Menu
SADER_FULL
terça, 3 de agosto de 2021
Busca
Fome Zero

Brasil reduziu em 50% o número de pessoas que sofrem fome, segundo a ONU

16 Set 2014 - 13h19Por R7

A ONU afirmou nesta terça-feira (16) que, nos últimos dez anos, o Brasil conseguiu reduzir à metade a porcentagem de sua população que sofre com a fome, cumprindo assim um dos ODM (Objetivos de Desenvolvimento do Milênio ), fixados pelas Nações Unidas para 2015.

Estas são as conclusões recolhidas no relatório sobre o estado da insegurança alimentícia no mundo publicado pela ONU (Organização das Nações Unidas) para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e outros dois organismos da ONU: o FIDA (Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola ) e o PMA (Programa Mundial de Alimentos ).

Os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio são uma lista de oito pontos, estabelecidos pelas Nações Unidas em 2000, que têm o propósito de melhorar as condições de vida das pessoas no horizonte de 2015.

Assim, o documento assinala que o programa Fome Zero fez da fome um problema fundamental incluído na agenda política do Brasil a partir de 2003.

"Garantir que todas as pessoas comessem três vezes ao dia — como disse o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em seu discurso de posse — se transformou em uma prioridade presidencial", diz o relatório.

Desta maneira, nos períodos 2000-2002 e 2004-2006, a taxa de desnutrição no Brasil se reduziu de 10,7% a menos de 5%.

Segundo a ONU, o Fome Zero foi o primeiro passo dado para acabar com a fome e, com os anos, este enfoque ganhou impulso por meio do fortalecimento do marco jurídico para a segurança alimentar.

O documento assinala que esta redução da fome e da pobreza extrema tanto em zonas rurais como urbanas é o "resultado de uma ação coordenada entre o governo e a sociedade civil, mais que de uma só ação isolada".

O programa Fome Zero se compõe de um sistema integrado de ações realizadas por meio de 19 ministérios, e aplica uma via dupla ao vincular a proteção social com políticas que fomentam o emprego, a produção familiar agrícola e a nutrição.

As políticas econômicas, diz o relatório, e os programas de proteção social, combinados ao mesmo tempo com programas para a agricultura familiar, contribuem à criação de emprego e ao aumento de salários, assim como à diminuição da fome.

Todos estes esforços realizados pelo Brasil permitiram que a pobreza se reduzisse de 24,3% a 8,4% entre 2001 e 2012, enquanto a pobreza extrema também caiu de 14% a 3,5%.

A ONU também lembra que em 2011 o Brasil introduziu novas políticas para tratar a pobreza extrema, que contemplavam uma melhora no acesso aos serviços públicos para fomentar a educação, a saúde e o emprego.

Além disso, o relatório evidencia que outro dos pilares fundamentais da política de segurança alimentar no Brasil é o Programa Nacional de Alimentação Escolar, que proporciona refeições gratuitas aos alunos das escolas públicas e do qual se beneficiaram mais de 43 milhões de crianças em 2012. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORONAVÍRUS EM MS
Prosseguir: coletiva de imprensa híbrida será realizada nesta terça-feira, às 10h15
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Na volta às aulas, Reinaldo Azambuja destaca investimento de R$ 289 milhões em reformas de escolas
BORA TRABALHAR
BORA TRABALHAR: Semana começa com 1,3 mil vagas de empregos em 28 cidades de MS
AÇÃO DA PMA
Fazenda com 520 cabeças de gado sem comida, alguns são encontrados mortos, PMA autua arrendatário
Corpo foi encontrado no quintal da casa da vítima, em Sidrolândia (MS).  Foto: PMMS/Reprodução CASO DE POLÍCIA
Polícia encontra corpo de idoso enterrado em quintal e sobrinha confessa homicídio
FRIO INTENSO FRIO INTENSO E CHUVA
Frio não foi embora não e Agosto será mais gelado do que o normal com duas frentes frias e chuva
Crédito: Divulgação/Prefeitura de Dourados DOURADOS - VACINAÇÃO COVID-19
Prefeitura informa novo recorde de vacinação com 7,6 mil doses em 24h
Maria agarrando jacaré sem medo de ser mordida. Foto: Kisie Ainoã) - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS LUTO - CIDADES
Maria do Jacaré morre aos 55 anos após queda em casa
VIOLÊNCIA CONTRA MULHER
Após ser estuprada, jovem de 18 anos precisa passar por cirurgia e está na UTI
Mato Grosso do Sul deve receber Pfizer e Coronavac neste fim de semana - Bruno Henrique MAIS VACINAS CHEGANDO
ESPERANÇA: Mais 79,4 mil doses de vacina contra Covid chegam neste sábado ao MS