Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 8 de agosto de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
projetos aprovados

“Botão do Pânico” para defender vítima de violência é aprovado

29 Nov 2013 - 14h21Por Assessoria
Sete projetos foram aprovados na sessão desta quinta-feira (28). 
 
Por maioria dos votos, os parlamentares aprovaram em segunda votação o Projeto de Lei 163/13, de autoria do deputado Professor Rinaldo (PSDB), que institui o serviço de proteção às mulheres que estão sob medidas protetivas, com a disponibilização de controle eletrônico de segurança preventiva. 
 
A matéria segue agora para apreciação do Governo do Estado.
 
A intenção é ampliar a eficiência da lei federal 11.340, de 7 de agosto de 2006, mais conhecida como a Lei Maria da Penha. 
 
O controle eletrônico de segurança preventiva é um dispositivo que contém GPS e gravador de áudio. Conhecido popularmente como "Botão do Pânico", este equipamento pode ser acionado caso o agressor não mantenha a distância mínima garantida pela lei federal.
 
Também por maioria dos votos foi aprovado em segunda votação o Projeto de Lei 144/13, de autoria dos deputados Marquinhos Trad (PMDB), Zé Teixeira (DEM) e Marcio Monteiro (PSDB), que institui o Programa Leite Infantil no Estado. 
 
Pela proposta, crianças de 6 meses a 3 anos e mães gestantes, previamente cadastradas e com renda média per capita de até meio salário mínimo, terão direito a um litro de leite por dia. 
 
Cinco proposições foram aprovadas por unanimidade. Em primeira votação, o Projeto de Lei 203/13, do Poder Executivo, que faz alterações na lei 2.387, de 26 de dezembro de 2001, que fixa a remuneração dos cargos integrantes do Grupo Ocupacional TAF (Tributação, Arrecadação e Fiscalização). 
 
O objetivo, segundo o governo, é deixar mais claros e definidos os critérios e outros aspectos relativos à reclassificação dos servidores.
 
O PLC (Projeto de Lei Complementar) 010/13 fixa a receita para o Funadep (Fundo Especial para o Aperfeiçoamento e o Desenvolvimento das Atividades da Defensoria Pública) e para o Funde-PGE (Fundo Especial da Procuradoria-Geral do Estado).
 
Já o Projeto de Lei 186, de Pedro Kemp (PT), propõe uma alteração na lei estadual 3.498, de 13 de fevereiro de 2006, que dispõe sobre o processo legislativo de Declaração de Utilidade Pública das entidades e disciplina o processo administrativo de registro das mesmas e o seu cancelamento. A proposta visa à padronização dos documentos que comprovam a idoneidade dos diretores.
 
Por fim, os parlamentares aprovaram dois projetos que tratam sobre a concessão de Título de Cidadão e de Comenda do Mérito Legislativo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPORTUNIDADE NO MS
JBS oferece 600 vagas de emprego em 6 cidades de MS
REINFECÇÃO EM ALERTA
Novo coronavírus tem segundas novas ondas de reinfecção e acendem sinal de alerta
FÁTIMA DO SUL - EMENDAS DA SENADORA
Entre construção do Corpo de Bombeiros e saúde, Simone já destinou R$ 1,8 milhão para Fátima do Sul
JATEÍ - TRABALHOS RETOMADOS
Reeducandas retomam trabalho de limpeza urbana com adoção de medidas preventivas em Jateí
RETORNO ÀS AULAS EM MS
MS discute estratégias de retorno às aulas presenciais de forma segura
PONTE DE MADEIRA
Fogo 'engole' ponte e Agesul trabalha para liberar tráfego na MS-228
JATEÍ - PESQUISA REGISTRADA
Eraldo tem 71,2%, indica instituto London Pesquisas, veja os números em Jateí
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Polícias e Bombeiros do MS recebem R$ 50 milhões em investimentos do Governo do Estado
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Governo de MS reforça estrutura das polícias para combater criminalidade
CORONAVÍRUS NO MS
Mato Grosso do Sul é o 3º Estado que mais testa para a Covid-19 no Brasil