Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 3 de agosto de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
greve dos bancários

Bancários de Dourados e Região, incluindo Fátima do Sul, aprovam greve a partir do dia 30

Proposta “insuficiente” da Fenaban foi rejeitada pela maioria dos presentes

26 Set 2014 - 07h58Por Assessoria

Em assembleia na noite desta terça-feira na sede do Sindicato dos Bancários em Dourados a categoria rejeitou a proposta da Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) e aprovaram greve por tempo indeterminado a partir de 0h de terça-feira, 30 de setembro. Os trabalhadores apreciaram as propostas da Fenaban, Caixa, Banco do Brasil.
 
A proposta dos bancos de reajuste de 7% sobre todas as verbas e 7,5% sobre o piso foi rejeitada pela maioria absoluta dos bancários presentes (recebeu apenas três votos). As reivindicações sobre emprego, saúde, condições de trabalho, fim das metas abusivas, assédio moral, segurança bancária e igualdade de oportunidades foram ignoradas pelos bancos.
 
Segundo o Presidente do Sindicato dos Bancários e Trabalhadores do Ramo Financeiro de Dourados e Região, Janes Estigarribia, “Os bancos podem resolver a campanha salarial na mesa de negociação. O que falta é boa vontade. As empresas têm lucros extraordinários, em 2013 foram quase R$ 60 bilhões e, só no primeiro semestre de 2014, Bradesco, Itaú e Santander, lucraram juntos R$ 19,7 bilhões. No entanto, ambos fecharam 3.686 postos de trabalho no mesmo período, andando na contramão da economia brasileira que nos primeiros seis meses do ano gerou 588,6 mil novos empregos com carteira assinada.”
 
A aprovação da greve segue orientação do Comando Nacional dos Bancários, coordenado pela Contraf-CUT, que avaliou como "insuficientes" as propostas da Fenaban e dos bancos públicos.
 
Os bancários reivindicam 12,5% de reajuste, piso de R$ 2.979,25 e aumento maior para os vales refeição, alimentação e auxílio-creche/babá. E sem solução para essas outras questões fundamentais, como o fim das dispensas imotivadas, da cobrança absurda por metas, ampliação dos itens do projeto piloto de segurança para todo o Brasil, e igualdade de oportunidades na ascensão profissional, os bancários decidiram parar.
 
Agora, aprovada a paralisação, na segunda-feira, 29/09, uma nova assembleia será realizada, também às 18h, seja para avaliar uma nova proposta, caso os bancos venham a apresentá-la, seja para organizar a paralisação. “Temos obrigação de respeitar todos os prazos da lei e, é o que estamos fazendo, para que os bancários possam exercer seu direito de greve sem serem ameaçados com demissões, por exemplo.” Explica Estigarribia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORONAVÍRUS EM MS
Prosseguir: coletiva de imprensa híbrida será realizada nesta terça-feira, às 10h15
AÇÕES DO GOVERNO DE MS
Na volta às aulas, Reinaldo Azambuja destaca investimento de R$ 289 milhões em reformas de escolas
BORA TRABALHAR
BORA TRABALHAR: Semana começa com 1,3 mil vagas de empregos em 28 cidades de MS
AÇÃO DA PMA
Fazenda com 520 cabeças de gado sem comida, alguns são encontrados mortos, PMA autua arrendatário
Corpo foi encontrado no quintal da casa da vítima, em Sidrolândia (MS).  Foto: PMMS/Reprodução CASO DE POLÍCIA
Polícia encontra corpo de idoso enterrado em quintal e sobrinha confessa homicídio
FRIO INTENSO FRIO INTENSO E CHUVA
Frio não foi embora não e Agosto será mais gelado do que o normal com duas frentes frias e chuva
Crédito: Divulgação/Prefeitura de Dourados DOURADOS - VACINAÇÃO COVID-19
Prefeitura informa novo recorde de vacinação com 7,6 mil doses em 24h
Maria agarrando jacaré sem medo de ser mordida. Foto: Kisie Ainoã) - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS LUTO - CIDADES
Maria do Jacaré morre aos 55 anos após queda em casa
VIOLÊNCIA CONTRA MULHER
Após ser estuprada, jovem de 18 anos precisa passar por cirurgia e está na UTI
Mato Grosso do Sul deve receber Pfizer e Coronavac neste fim de semana - Bruno Henrique MAIS VACINAS CHEGANDO
ESPERANÇA: Mais 79,4 mil doses de vacina contra Covid chegam neste sábado ao MS