Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 15 de agosto de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
bandeiras tarifárias

Aneel adota bandeira tarifária e conta de luz pode subir até 9,1% em MS

2 Dez 2013 - 15h42Por Campo Grande News

A partir 2014, as contas de energia elétrica terão uma novidade, que pode acrescentar aumentos mensais ao valor do débito. Já a partir de janeiro entra em vigor o sistema de bandeiras tarifárias. Desta forma, o valor da fatura pode subir até 9,1% no Estado, considerando-se uma conta com consumo de 100 KWh.

Com as cores do semáforo de trânsito – verde, amarelo e vermelho -, o novo modelo indicará se a energia custará mais ou menos, em função das condições de geração de eletricidade.

Segundo a presidente do Conselho de Consumidores em Mato Grosso do Sul, Rosimeire da Costa, não se trata de uma nova cobrança, mas uma nova forma de cobrar. De acordo com ela, antes o valor era repassado uma vez por ano, junto com o reajuste tarifário.

O sistema funciona da seguinte forma: a bandeira verde indica que a tarifa para o próximo mês não sofrerá acréscimo. Com a bandeira amarela, a tarifa sofre acréscimo de R$ 1,50 para cada 100 quilowatt-hora (kWh) consumidos. A bandeira vermelha alerta para acréscimo de R$ 3 a cada 100 kWh consumidos.

Mato Grosso do Sul, neste mês, teria bandeira vermelha, se a cobrança já estivesse em vigor. Isso significa que a conta de luz de quem consome 100 KWh poderia ter acréscimo de 9,1% com a tarifa extra de R$ 3. A conta mensal passaria de R$ 32,64 para R$ 35,64. 

A cobrança leva em consideração o custo para gerar a energia. Conforme a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), quando há pouca água armazenada, usinas termelétricas podem ser ligadas com a finalidade preservar os reservatórios das usinas hidrelétricas. Com isso, o custo de geração aumenta, pois essas usinas são movidas a combustíveis como gás natural, carvão, óleo combustível e diesel.

Em média, uma casa popular tem consumo de 80 kWh por mês. Em tese, as bandeiras tarifárias pretendem obter efeito pedagógico, ou seja, que o alerta e a cobrança mensal levem à redução do consumo. Conforme dados da Aneel, durante o ano de 2013, o subsistema SE/CO, onde está inserido Mato Grosso do Sul, registrou bandeira amarela ou vermelha.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AÇÕES EDUARDO ROCHA
Deputado Eduardo Rocha solicita projeto de iluminação em duas rotatórias de Três Lagoas
VICENTINA - ALMOÇO NO PESQUEIRO
Pacu a moda pantaneira e ceviche, são destaques do almoço deste domingo no Pesqueiro 7 Bello
MIRANDA - BOLETIM CORONAVÍRUS
SEM CONTROLE: Mais 52 casos confirmados nas últimas 24h e 196 suspeitos em Miranda (MS)
FEMINICÍDIO EM MS
FEMINICÍDIO: Padrasto mata enteada a tiros após discussão em MS
CORONAVÍRUS NO MS
Agosto chega à metade com 188 óbitos por coronavírus em MS
HB20 SEDAN
Conheça mais o HB20 Sedan
RINHA DE GALOS
RINHA DE GALOS: local é fechado e proprietário autuado em R$ 7 mil
CRIME A ESCLARECER
Homem é executado ao parar com Mercedez em semáforo
HORÓSCOPO DO DIA
HORÓSCOPO DO DIA: Veja a previsão de hoje 14/08/2020 para o seu signo
SENADORA SIMONE TEBET
Simone quer garantir que recursos destinados ao enfrentamento da covid-19 possam ser usados até 2021