Menu
SADER_FULL
terça, 28 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Zilda Arns será homenageada em selo dos Correios

1 Mar 2010 - 17h15Por Canção Nova
Acima de Cristo, nada". A expressão, curta mas impactante, ressoou no coração da artista plástica Thereza Regina Barja Fidalgo, ainda no final da década de 80. "E é uma verdade", complementa, ao lembrar da frase dita pela doutora Zilda Arns.

Mais de 20 anos depois, os caminhos de Thereza e Zilda se cruzaram novamente. Dessa vez, a artista teve a missão de concatenar os quase 30 anos de dedicado trabalho da médica sanitarista em dimensões milimétricas.

Face sorridente, cercada de famílias que tiveram a vida transformada e ganharam novo fôlego para enfrentar os desafios: esse é o cenário impresso no selo que será lançado pelos Correios em homenagem à doutora Zilda Arns, morta no terremoto que atingiu o Haiti no dia 12 de janeiro.

"É muito amor mesmo", resume Thereza. Foram necessárias duas semanas para que tudo ficasse pronto. O lançamento será no próximo dia 24 de março, na Catedral Basílica Menor de Nossa Senhora da Luz, em Curitiba (PR). A tiragem será de 600 mil exemplares e valor facial de R$ 1,45.

Com um trabalho que adentra as áreas da gravura, ilustrações e fotografia e experiência que ultrapassa uma década na concepção de selos, Thereza foi interpelada por um desafio novo. "Tive a sorte de conhecê-la pessoalmente e fiquei bastante emocionada ao saber que ela tinha morrido. O que falou mais forte foi a emoção", destaca.

O desenho do rosto da médica foi baseado em várias fotos, enquanto o coração branco simboliza a paz. Uma criança que, ao ser resgatada, abriu os braços em sinal de vitória, também ganhou espaço no trabalho.

"A frase "Para que todas as crianças tenham vida" faz parte do logotipo. Eu perspectivei ao fundo porque acho que é o mais forte do trabalho dela".

Encontro pessoal
O encontro entre Thereza e Zilda Arns aconteceu no final dos anos 80, quando a artista foi convidada para fazer as ilustrações de uma das primeiras edições do Catecismo "Crescendo com Jesus em comunidade", adotado pela Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro.

Na capa do livro havia um desenho representado Jesus e Thereza pensou em escrever o nome do Catecismo na parte superior. Foi aí que surgiu a frase que deixou marcas no coração da artista e também consegue resumir a missão capitaneada pela doutora Zilda frente às Pastorais da Criança e da Pessoa Idosa: "Acima de Cristo, nada".

Leia Também

CARRO DESGOVERNADO
Aluno de 13 anos é atropelado e prensado contra muro de colégio por carro desgovernado
SOB INVESTIGAÇÃO
Amigos saem para pescar e encontram cadáver boiando em rio
DESASTRE AÉREO
Diretor da UPA que sofreu acidente aéreo no Pantanal morre em hospital
COVID-19
Covid-19: Brasil tem 15,7 mil novos casos e 537 mortes em 24 horas
+ AUMENTO
Gasolina sobe pela 8ª semana seguida nos postos, aponta ANP
PAN AMERICANO JUNIOR
Atleta de MS carregará as cores do Brasil no vôlei de praia nos Jogos Pan-Americanos Júnior
LIÇÕES DA BÍBLIA
Prefácio de Deuteronômio
ROTA BIOCEÂNICA
Comissão mista homologa consórcio que vai construir ponte da Rota Bioceânica em MS
CASTELO DE AREIA
Idoso casa com prostituta 35 anos mais nova e flagra com outro
DOENÇA DO SÉCULO
Servidor público é encontrado pendurado em árvore