Menu
SADER_FULL
quarta, 14 de abril de 2021
BANNER EMAGRECEDOR VICENTINA
Busca
Brasil

Zeca orienta prefeitos eleitos para que façam reforma

26 Out 2004 - 08h35
O governo quer que as prefeituras façam ajustes, como redução de gastos com pessoal, para que sobre mais recursos para investimentos, a exemplo do que fez o Estado ainda no primeiro governo petista. Ontem à noite na reunião-jantar com prefeitos eleitos, vices e lideranças do PTB, o governador Zeca do PT pediu que os dirigentes municipais, que vão tomar posse em janeiro, redimensionem a administração das prefeituras.

A finalidade dessa reestruturação é tornar as parcerias mais amplas no setor social e na infra-estrutura dos 78 municípios sul-mato-grossenses. “Os prefeitos tem de fazer reforma administrativa”, afirmou Zeca. A necessidade de readequação das prefeituras também é uma exigência do Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Entre os programas que o Governo Popular fará em conjunto com os municípios está o Asfaltamento Urbano, apresentado na reunião-jantar pelo diretor-presidente da Agência de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul (Agesul), Carlos Augusto Longo, que explicou aos prefeitos, eleitos do Partido Trabalhista Brasileiro, como será executado o programa.

A previsão é de que seja pavimentado 1,12 milhão de m² de asfalto nas cidades-sede dos municípios, o correspondente a 140 quilômetros, com investimentos de R$ 42 milhões.

O superintendente de Orçamento e Programas, Paulo Guilherme Cabral, com intervenções pontuais do governo Zeca do PT, explicou aos prefeitos eleitos vices e dirigentes petebistas, a proposta orçamentária para 2005. Estão previstos para o próximo ano investimentos de R$ 4.039.947.700,00, incluindo todas as áreas, 16,7% a mais do que o orçamento aprovado ano passado, que está sendo executado este ano: R$ 3,4 bilhões.

No encontro, o secretário de Estado de Saúde, João Paulo Esteves, expôs, os investimentos que o Estado vem fazendo no setor nos municípios. Esteves disse que Mato Grosso do Sul é o sétimo no País em investimentos na área.

O secretário de Estado de Educação, Hélio de Lima, apontou a necessidade de se ampliar parcerias com prefeitos eleitos em projetos como o Curso Popular Pré-Vestibular (CPPV). Lima destacou a necessidade de trabalho em sinergia com as administrações municipais. “Só em parceria poderemos melhorar muito mais a educação."
 
 
Agência Popular

Deixe seu Comentário

Leia Também

DESESPERADOR
Covid-19: Brasil registra 3.808 mortes em 24 horas
EXEMPLAR
Cidade modelo que vacinou 64% da população vê casos de covid-19 caírem 78%.
NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições
MORTANDADE
Brasil bate marca de 4 mil mortes por Covid registradas em um dia pela 1ª vez
COPA LIBERTADORES
Santos vence o San Lorenzo na Argentina e abre vantagem por vaga nos grupos da Libertadores
FATALIDADE
Técnico de informática morre após levar choque a partir de fone de ouvido
CANALHA
Pai comete estupro e diz que filha precisa saber "como é ter um homem"
SOB INVESTIGAÇÃO
Cantor gospel e pastor é encontrado morto e amarrado em árvore