Menu
SADER_FULL
sábado, 23 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Zeca faz balanço de seu governo e destaca avanços

10 Ago 2006 - 16h09
O governador Zeca do PT, em discurso na Câmara Municipal de Anastácio, hoje pela manhã, lembrou a situação de abandono em que estava Mato Grosso do Sul em janeiro de 1999, quando assumiu o cargo, relacionou as muitas medidas adotadas para retomar o controle da máquina pública, os investimentos feitos em todos os setores, e concluiu dizendo-se satisfeito, com a sensação de dever cumprido. “Combati o bom combate, venci a carreira, guardei a fé”, disse o governador, citando frase bíblica do apóstolo Paulo.

Em tom de despedida, por diversas vezes no discurso e também em entrevistas à imprensa, Zeca frisou que lhe restam pouco mais de quatro meses de governo e que vai trabalhar com todo entusiasmo até o último dia. “Eu lembro que antes os governantes em fim de mandato já nem podiam mais sair na rua. Porque não tinham cumprido seus compromissos. Eu ando por aí, de cabeça erguida, e quase no fim do meu mandato estou aqui, sendo homenageado por vocês.” Zeca e a esposa, Gilda Maria Gomes dos Santos, receberam hoje o título de cidadania de Anastácio. É o 32° título de cidadania entregue ao governador.

Também reiterou que é seu desejo entregar o governo com as contas em ordem, passar a faixa (símbolo do Poder Executivo instituído por Zeca) ao novo governador que será eleito em outubro, e também a “chave do cofre”, que lamenta não ter recebido de seu antecessor. “Não me passaram o cargo, nem a faixa, muito menos a chave do cofre. Aliás, o cofre estava arrombado.”

Mais que transferir o cargo, Zeca disse que já determinou que todos os dados a respeito da situação do Estado sejam disponibilizados ao futuro governador. “O novo governo vai ter um espaço lá na Governadoria para receber todas as informações que quiser. Não importa quem seja o eleito. O que nos interessa é o desenvolvimento do Estado.”

Ao citar cada obra que fez em Anastácio, Zeca intercalava com a observação de que não havia prometido nada. Mas fez. Citou as sete escolas estaduais reformadas, a maternidade, as casas populares, as centenas de famílias que recebem auxílio de seu governo, e aí recorreu a outra citação bíblica. “Nunca prometi fazer política social como fizemos nesse governo. Muito me criticaram por distribuir cestas de alimentos, bolsa-escola. Mas em casa eu dizia pra Gilda. Não liga, eu os perdôo porque não sabem o que fazem.”

Hoje à tarde o governador inaugura uma quadra de esportes, uma estação meteorológica, casas populares e entrega títulos de quitação de imóveis feitos em sua primeira gestão através do projeto Che Roga Mi, em Aquidauana. Permanece até amanhã no município. Pela manhã vai ao assentamento Monjolinho onde entrega um centro esportivo.
 
 
Conjuntura Online

Leia Também

OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ele nos amou primeiro