Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 9 de maio de 2021
Busca
Brasil

Zeca encaminha à AL projeto de reajuste para servidores

3 Dez 2004 - 08h46
Na próxima terça-feira (07/12) chega a Assembléia Legislativa o projeto de lei que concede aumento salarial aos servidores públicos. O governador Zeca do PT esteve reunido na tarde de hoje com o presidente da Casa, deputado Londres Machado (PL) para garantir que o projeto seja aprovado antes qdo recesso parlamentar, que começa em 15 de dezembro. O percentual ainda está em discussão com o secretário Ronaldo Franco (Gestão Pública).

Segundo Zeca, os servidores a serem beneficiados são os da Segurança Pública, Educação, Fertel (Fundação de Rádio e TV de Mato Grosso do Sul) e Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária e Animal). “Vamos corrigir a defasagem salarial que há hoje. Quanto a Fertel, vamos atender uma antiga reivindicação, a implantação de um plano de cargos e carreira”.

O governador agradeceu ao deputado Londres pelo apoio que a Assembléia tem dado a seu governo. Na ocasião, Zeca convidou o presidente da Assembléia para acompanhá-lo a Brasília para agradecer ao presidente Lula pela liberação dos ressarcimentos referentes a divisão do Estado, que Mato Grosso do Sul tem direito.

Zeca ainda fez convite para o deputado acompanhá-lo em visitas a municípios do interior. “Dia 20 estaremos em Nova Andradina e Dourados para inaugurar obras. Também quero que o presidente me acompanhe na entrega da recuperação asfáltica entre Nioaque e Jardim e na entrega do asfaltamento entre Bela Vista e Caracol”, disse.

Londres disse que, assim que os projetos do Executivo chegarem a Assembléia, vai se reunir com os líderes das bancadas para que tramitem de forma rápida. “Chegando lá tem de prevalecer o bom senso. A Assembléia sempre manteve um bom relacionamento com o Executivo mas, preservando sua autonomia, com isso resolvemos os problemas de Mato Grosso do Sul”, ponderou o deputado.

Orçamento – Quanto ao Orçamento 2005 Londres disse que até a semanaque vem o deputado Onevan de Matos (PDT), presidente da Comissão de Constituição Justiça e Redação, entrega a matéria e, na semana seguinte, a segunda Comissão de Acompanhamento da Execução Orçamentária deve encaminhá-la para a votação.

Obras em Campo Grande – Falando do encontro que vai ter com o prefeito eleito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), na semana que vem, o governador Zeca disse que será um estágio importante no Estado e que começou na semana passada, quando se reuniu com a prefeita eleita de Três Lagoas, Simone Tebet e o senador Ramez Tebet, ambos do PMDB. Na reunião os dois chefes de Executivo trataram de obras que podem ser realizadas em parceria com a prefeitura municipal.

“Temos de deixar de disputas. Um grande sonho de Campo Grande é ter uma rodoviária nova. A atual é desconfortável e inadequada para uma cidade tão bonita quanto nossa capital. Por que não fazer a rodoviária a quatro mãos? Vamos tratar disso e de outros projetos que podem ser executados em parceria”, revelou Zeca.

PMDB – Questionado sobre a aproximação entre o PT e PMDB em nível nacional Zeca disse que é algo necessário para dar governabilidade ao país. Quanto a uma possível indicação do atual prefeito de Campo Grande, André Puccinelli (PMDB) para ocupar o Ministério das Cidades, Zeca disse que não “vê nenhum problema”. “Eu ficaria orgulhoso de ter um ministro do PMDB de Mato Grosso do Sul”, disse, lembrando que o senador Ramez Tebet já foi ministro.

 

 

APn


Deixe seu Comentário

Leia Também

ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias
PÉSSIMA PROJEÇÃO
Covid-19: Brasil deve alcançar 575 mil mortes em 1º de agosto, diz instituto
SONHO INTERROMPIDO
Jovem perde noivo para a Covid-19 no dia do casamento: 'Nossos sonhos ficaram para trás'
PANDEMIA CORONAVIRUS
Triste número: Brasil ultrapassa 400 mil mortes por Covid-19
REVOLTA
Pastor zomba da fé dos indígenas Trukás que revoltados quebram templo em construção; veja o vídeo