Menu
SADER_FULL
quarta, 10 de agosto de 2022
BANNER IMPRESSORAS
Busca
Brasil

Zeca e Delcídio prestigiam lançamento da candidatura de Tetila

26 Jul 2010 - 07h33Por Fátima News

O candidato a governador de Mato Grosso do Sul, Zeca do PT, e o senador Delcídio do Amaral (candidato a reeleição) participaram do lançamento da candidatura do ex-prefeito de Dourados, Laerte Tetila (PT) a uma vaga na Assembleia Legislativa. Também participaram o deputado federal e candidato a senador Dagoberto Nogueira (PDT), a candidata a vice-governadora Tatiana Azambuja (PV) e a candidata a suplente de senador Gilda do PT.

 

 

O evento aconteceu na noite deste sábado (24), na sede do Clube Nipônico, em Dourados. O recinto estava lotado, demonstrando o prestígio do candidato Laerte Tetila. Foi a primeira participação do senador Delcídio do Amaral em evento da agenda de campanha de Zeca do PT, desde a homologação das candidaturas, no fim de junho. O senador deteve-se no Congresso Nacional até o início do recesso e depois, passou alguns dias enfermo. Enquanto isso, Zeca tem sido acompanhado de Dagoberto nos eventos de campanha.

 

 

Em seu pronunciamento, em Dourados, Zeca reiterou as propostas para um terceiro mandato, resumidas nas cinco metas: menos impostos e mais empregos, mais infraestrutura, serviços públicos de qualidade, programas sociais abrangentes e que dignifiquem o cidadão e mais democracia. “Chega de ditadura, de arrogância. Ninguém mais suporta tanta arrogância, tanto autoritarismo.”

 

 

Pesquisa

 

 

Zeca também comentou os números da mais recente pesquisa divulgada pelo jornal Correio do Estado neste domingo (25), feita pelo Instituto Ibrape, e que praticamente repete os números da pesquisa anterior divulgada em abril. O candidato estranhou a suposta “estabilidade” do quadro sucessório, considerando a evolução de cada candidatura no período.

 

 

Zeca também lembrou que em 1998 os institutos de pesquisa afirmavam categoricamente que haveria segundo turno para a sucessão estadual, entre o candidato oficial Ricardo Bacha (PSDB) e o ex-governador Pedro Pedrossian (PTB). Abertas as urnas, Zeca surge para disputar o segundo turno com Bacha. Novamente as pesquisas apontavam vitória de Bacha no segundo turno. Zeca venceu com quase o dobro da votação do concorrente.

 

 

“Não pautamos nosso trabalho pelas pesquisas. Desde o começo tive a firme convicção de que esta eleição será vencida por quem conseguir contagiar o eleitorado, tocar no imaginário das pessoas, convidá-las a sonhar e a concretizar junto um Mato Grosso do Sul justo, forte, bom para se viver, com democracia e dignidade. E a diferença está na militância. O candidato que tiver a seu lado uma militância motivada, vence a eleição. Nós vamos vencer, porque nossa militância é aguerrida, é motivada”.

 

 

Assentamento

 

 

Antes de retornar a Campo Grande, Zeca do PT participou, em Nova Alvorada do Sul, de um congresso de assentados da reforma agrária. Reiterou suas propostas para o setor, focada na assistência técnica. Zeca entende que o técnico agrícola precisa residir no assentamento para sentir a necessidade da população local. Ouviu dos assentados queixas quanto ao abandono das rodovias e estradas vicinais, quadro bem diferente do que havia quando Zeca governava o Estado.

 

 

“O governador atual dobrou a cobrança do Fundersul, mas não diz o que faz com o dinheiro, porque abandonou os produtores rurais à própria sorte. As rodovias estão em situação lamentável, tanto as pavimentadas quanto as de chão. Nós encascalhamos 4 mil quilômetros de estradas vicinais, construímos mil pontes de madeira, asfaltamos 700 quilômetros de rodovias. E quase tudo com dinheiro do Fundersul. O governador atual prometeu na televisão acabar com o Fudersul, que nada, dobrou a cobrança. Acabou foi com a Agesul (Agência Estadual de Empreendimento), pegou as máquinas novas que nós compramos e entregou de graça para as empreiteiras. Um crime. Nós vamos requisitar esse maquinário de volta, reativar a Agesul e dar assistência adequada aos produtores rurais”.

 

Leia Também

TRAGÉDIA
Criança de 8 anos mata cunhado com tiro na cabeça
AGORA É LEI
STF decide que servidor público não pode receber menos que o salário mínimo
TENTATIVA DE ASSASSINATO
Coroinha é esfaqueado no pescoço durante missa em igreja
AUXILIO CAMINHONEIRO
Caixa libera consulta ao Auxílio Caminhoneiro
VAMOS AJUDAR - COMPARTILHE
Casal que adotou 3 irmãos autistas vítimas de maus-tratos comove internautas
DESUMANIDADE
Polícia interdita casa de repouso por tortura e sequestro de idosos
DENUNCIADO POR VIZINHOS
Mãe e filho são executados e corpos escondidos dentro de sofá velho jogado em lote baldio
AUXILIO BRASIL
Governo amplia Auxílio Brasil e mais 23,7 mil famílias vão receber em MS
ASSASSINATO
Campeão mundial de jiu-jitsu, Leandro Lo morre após levar tiro na cabeça
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 261 óbitos e 40,4 mil casos em 24 horas