Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 11 de abril de 2021
Busca
Brasil

Zé Teixeira cobra governo sobre obra milionária do TCE

6 Out 2004 - 14h59
 

O deputado estadual Zé Teixeira (PFL) está cobrando do governo estadual informações detalhadas sobre o montante de dinheiro gasto até agora com a  construção do prédio próprio do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul.

Somente para concluir a obra o Estado gastou R$ 9.397.952,81, conforme aditivo publicado no Diário Oficial do Estado, edição do dia 8 de setembro deste ano.

O prédio, localizado no Parque dos Poderes, deverá ser entregue pelo governador Zeca do PT no dia 15 deste mês.

Na sessão desta quarta-feira da Assembléia Legislativa, Zé Teixeira protocolizou requerimento de informações a ser encaminhado ao secretário de Infra-Estrutura e Habitação do Estado, Paulo Duarte, e ao diretor-presidente da Agesul (Agência Estadual de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul), Carlos Augusto Longo Pereira.

Na prática, Zé Teixeira deseja saber o valor global da obra que está consumindo recursos públicos há exatos 23 anos, conforme Processo Administrativo nº 07/0654/81.

No documento, o deputado pede que o governo estadual informe, em valores atualizados, qual o custo total da construção onde vai abrigar as futuras instalações da Corte Fiscal.

Durante vistoria a obra em 6 de setembro, acompanhado do presidente do  TCE, José Ancelmo dos Santos, Zeca prometeu entregar o prédio no dia 15 deste mês.

O governador garante que os investimentos somam R$ 21 milhões, sendo R$ 5 milhões na primeira etapa e R$ 16 milhões após a retomada dos trabalhos.

A dúvida acerca dos valores exatos gastos na construção do prédio próprio do TCE deve-se ao fato de o País ter editado, desde a época, vários planos econômicos, como o Cruzado I e II, Bresser, Collor e Real, inclusive com reflexos substanciais em suas moedas.

Desta forma, Zé Teixeira cobra, além dos valores atualizados, cópia integral do Processo Administrativo nº 07/065/81, "inclusive de eventuais aditivos, anexos ou apensos ao processo principal.

"As informações solicitadas são essenciais para o exercício da fiscalização e controle dos atos do Poder Executivo, conforme artigo 63 da Constituição Estadual", justifica o deputado por meio do requerimento encaminhado à Mesa Diretora da Assembléia.

 

 

Assembléia Legislativa

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições
MORTANDADE
Brasil bate marca de 4 mil mortes por Covid registradas em um dia pela 1ª vez
COPA LIBERTADORES
Santos vence o San Lorenzo na Argentina e abre vantagem por vaga nos grupos da Libertadores
FATALIDADE
Técnico de informática morre após levar choque a partir de fone de ouvido
CANALHA
Pai comete estupro e diz que filha precisa saber "como é ter um homem"
SOB INVESTIGAÇÃO
Cantor gospel e pastor é encontrado morto e amarrado em árvore
CONTAMINAÇÃO
Igrejas superam mercado e consultório médico em risco de transmissão de Covid-19, aponta estudo
CRISE NA PANDEMIA
Número de brasileiros que vivem na pobreza quase triplicou em seis meses, diz FGV