Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 29 de maio de 2024
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Busca
Brasil

Volume não exportado derruba preço de suínos no país

18 Fev 2011 - 08h10Por Globo Rural Online

As consecutivas baixas nos preços do animal vivo e da carne suína têm aumentado a apreensão do setor. Agentes colaboradores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) estimam que as fortes quedas nas últimas semanas ainda refletem a suspensão por parte da Rússia da compra de carne suína de alguns frigoríficos do Sul do Brasil. O volume então provisionado para a exportação continuaria chegando “em excesso” ao atacado nacional.

Segundo análise do Cepea, as exportações parecem mesmo ter sua parcela de responsabilidade sobre a desvalorização do vivo e da carne no mercado nacional. Comparações do volume embarcado em um mês com a quantidade de igual mês do ano anterior revelam quedas ao longo dos últimos 12 meses (de fevereiro de 2010 a janeiro de 2011) com uma única exceção em agosto, quando os embarques superaram em 5% os de agosto de 2009.

A explicação para as fortes desvalorizações baseada no aumento da oferta é respaldada também pelo ritmo da economia nacional, que sinaliza consumo aquecido. De acordo com o Cepea, vale notar ainda que a carne suína está barata em relação à bovina no atacado. Na primeira semana de fevereiro, o preço médio da carcaça casada bovina no atacado da Grande SP era 63% maior que o da carcaça comum suína. Na primeira semana de fevereiro de 2004 a 2010, a vantagem do boi era, em média, de 14,5%.

 

Estoques em alta, preços em baixa

 


Muitas indústrias estariam com estoques em níveis relativamente altos, o que as levaria a diminuir as aquisições de animais. Alguns frigoríficos passaram também a negociar a carcaça inteira, ao invés dos cortes, na tentativa de reduzir custos.

Com isso, o preço do suíno vivo caiu em praticamente todas as praças acompanhadas pelo Cepea no acumulado de fevereiro. Entre 31 de janeiro e 16 de fevereiro, o suíno vivo negociado na região SP-5 (Bragança Paulista, Campinas, Piracicaba, São Paulo e Sorocaba) desvalorizou expressivos 15,3%, comercializado a R$ 2,27 o quilo, em média, nessa quarta-feira (16/02).

No Sul do país, as quedas em algumas regiões também foram muito significativas. Em Cascavel, PR, por exemplo, a baixa chegou a 13%, com média de R$ 2 o quilo nesta quarta-feira.

No mercado atacadista da Grande São Paulo, o preço médio da carcaça especial recuou 10,7% no acumulado deste mês, a R$ 3,80 o quilo nesta quarta-feira. A carcaça comum desvalorizou 11,6% no mesmo período, comercializada a R$ 3,57 o quilo. 

Participe do nosso canal no WhatsApp

Clique no botão abaixo para se juntar ao nosso novo canal do WhatsApp e ficar por dentro das últimas notícias.

Participar

Leia Também

Fotos: PMMS/ BMMS BOMBEIROS DE MS NO RS
Com atuação de equipes dos Bombeiros, PM e Defesa Civil, MS continua a apoiar o Rio Grande do Sul
Xadrez MS
Enxadristas representam Mato Grosso do Sul em competição nacional de base em Natal
Saúde Delicada
O Ator Tony Ramos passa por cirurgia de emergência na cabeça para tratar sangramento cerebral no RJ
Ajude o RS
Culturamense registra a devastação de Lageado durante entrega de 21 toneladas de donativos
Fotos: Saul Schramm BOMBEIROS DE MS EM AÇÃO NO PANTANAL
Para combater incêndios florestais no Pantanal, Governo de MS instala bases dos bombeiros em 13 área

Mais Lidas

FÁTIMA DO SUL EM DESTAQUE
Conhecendo Fátima do Sul com Leandro Santos: Uma viagem cultural pelo Favo de Mel do MS
Fotos: Washington Lima / Fátima Em DiaFÁTIMA DO SUL - REFORMA ILHA DO SOL
Prefeita Ilda Salgado Machado inicia reforma transformadora da Ilha do Sol em Fátima do Sul, ASSISTA
FATIMASSULENSE EM DESTAQUE
Fatimassulense é pódio em mais um rodeio em touros, agora na Expotac 2024
Estátua que seria homenagem para João Carreiro desagradou família / Redes Sociais/Repórter TopFAMÍLIA SE REVOLTA
Família se revolta com homenagem a João Carreiro: 'músicas sem autorização e estátua nada parecida'
Sósia
Professora acusada de se relacionar com ex-aluno adolescente desabafa