Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 4 de junho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Vírus da hepatite C aumenta risco de câncer linfático

9 Mai 2007 - 05h29
A hepatite C aumenta de 20% a 30% os riscos de câncer no sistema linfático, de acordo com um estudo divulgado nesta terça-feira nos Estados Unidos.

O risco de se desenvolver a macroglobulinemia primária, uma forma rara de linfoma, alcançou 300%, avaliaram os cientistas do Instituto Americano do Câncer (NCI, sigla em inglês) e do Baylor College de Medicina, no Texas (sul), cujos trabalhos aparecem publicados na edição de quarta-feira do Journal of the American Medical Association (Jama).

Os especialistas analisaram os históricos médicos de mais de 700.000 pessoas tratadas em hospitais de ex-combatentes nos EUA entre 1996 e 2004. A maior parte era de homens (97%), a maioria de brancos, com idade média de 52 anos.

De todos estes pacientes, 146.394 foram diagnosticados com uma infecção do vírus da hepatite C, enquanto que 572.293 não tinham sido infectados.

Os autores do estudo encontraram um risco maior de linfoma entre os infectados ao curso de cinco anos.

"Trata-se de um dos estudos mais vastos realizados até hoje para avaliar o vínculo entre a infecção pelo vírus da hepatite C e os cânceres linfáticos", disse o doutor John Niederhuber, diretor do NCI.

"Como a precaução ou as causas dos linfomas permanecem amplamente desconhecidas, estabelecer os fatores que contribuem para seu desenvolvimento é o primeiro passo para encontrarmos meios de reduzir sua incidência e mortalidade", afirmou.

A hepatite C é uma inflamação do fígado, que pode evoluir para cirrose ou câncer de fígado, e o vírus responsável pela doença é transmitido por contato direto com os fluidos das pessoas infectadas. As principais formas de transmissão são as relações sexuais sem proteção e o compartilhamento de seringas.

Segundo o doutor Eric Engels, um dos cientistas do NCI participantes do estudo, "é preciso fazer mais pesquisas para esclarecer o vínculo entre a infecção do vírus da hepatite C e os linfomas".

Mais de 4,1 milhões de pessoas estão infectadas com o vírus causador da doença nos Estados Unidos, o que corresponde a 1,6% da população.

Estimativas indicam que 71.380 americanos serão diagnosticados com câncer do sistema linfático em 2007, dos quais 19.730 morrerão.

 

 

Terra

Deixe seu Comentário

Leia Também

VÍDEO - CAPIVARA BOA DE MERGULHO
Capivara boa de mergulho é flagrada em rio de MS, assista
CASO DE POLÍCIA
Patroa é presa sob suspeita de homicídio culposo após filho de empregada cair do 9º andar
LUTA PELA VIDA
Cantora gospel que morreu por coronavírus, fez vaquinha para pagar tratamento
ELEIÇÕES 2020
Vai ter eleição, TSE autoriza convenções partidárias virtuais para eleição deste ano
BOA NOTICIA
Auxílio emergencial deve ser estendido em mais duas parcelas de R$ 300
TRAGEDIA
Empregada vai passear com cachorro, deixa filho com patroa e menino morre ao cair de prédio
FUTEBOL
Clubes de futebol brasileiros se unem contra homofobia
ASSUSTADOR E REAL NO BRASIL
Com uma morte por minuto, Brasil registra 1.349 mortes por coronavírus nas últimas 24h, novo recorde
JULGAMENTO
TSE julga se cassa Bolsonaro e vice a partir de terça
AUXILIO DOENÇA
Como pedir concessão e prorrogação do auxílio-doença durante pandemia