Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 27 de outubro de 2020
SADER_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

Vicentinenses estão envolvidos em roubos de tratores

5 Jul 2004 - 12h50

Após vários meses de trabalho, policiais do Setor de Investigações do DOF, identificaram e prenderam quatro membros de uma quadrilha que receptava, adulterava, e vendia máquinas agrícolas para agricultores do Mato Grosso do Sul.

 

Estão presos preventivamente no DOF, Manoel Domingos Dias, 42 anos, residente em Sinop/MT, Irineu da Silva Rosa, 31 anos, residente em São José dos Campos/SP, e Gilberto Simões de Oliveira, 34 anos, e Abrahão Catelan Hidalgo, 41 anos, moradores de Vicentina/MS.

 

Segundo as investigações, a quadrilha adquiria tratores de procedência ilícita no Estado de São Paulo, substituía as plaquetas de identificação com o número de série, adulterava as seqüências identificadoras dos motores, transportava-os para o Paraná, onde a empresa TW Máquinas Agrícolas de Umuarama/PR emitia as notas fiscais, e os enviava para a região de Vicentina/MS, onde eram revendidos como legais, já que os produtores que os adquiriam não tinham onde checá-los, pois em nosso país não é obrigatório o cadastramento de máquinas agrícolas.

 

Na quadrilha, cabia a Manoel Domingos Dias, proprietário da TW Máquinas Agrícolas de Umuarama/PR, confeccionar as novas plaquetas de identificação com outro número de série das máquinas, adulterar seus números de motor, e emitir as notas fiscais. Com ele foram apreendidos vários jogos de pinos usados para as adulterações, inúmeras plaquetas de identificação de vários modelos de máquinas, algumas já adulteradas e outras ainda sem o preenchimento, e ainda duas matrizes em aço usadas para impressão de plaquetas de máquinas CASE.

 

Abrahão Catelan Hidalgo, Irineu da Silva Rosa e Gilberto Simões de Oliveira, eram os responsáveis pela comercialização das máquinas junto aos agricultores depois de adulteradas.

 

Foram apreendidas até o momento, duas pás-carregadeiras Case W 20, e quinze tratores a maioria traçados semi-novos, que foram adulterados. Os laudos periciais dos exames a que foram submetidas as máquinas devem ser emitidos ainda esta semana, e a partir da apuração das seqüências identificadoras originais reveladas nos exames, com as polícias de São Paulo e Paraná, iniciarão os trabalhos de localização de seus verdadeiros proprietários.

 

A falta de obrigatoriedade de cadastro de máquinas agrícolas, dificulta os trabalhos policiais, pois para apurar suas origens é necessário realizar um rastreamento praticamente desde sua saída da fábrica, o que demanda muito tempo. O ideal era que a legislação brasileira obrigasse os proprietários, a exemplo do que acontece com os veículos, a cadastrar as máquinas agrícolas, o que hoje é uma faculdade.

 

Para convencer os compradores de que as máquinas eram legais, a quadrilha fornecia, na maioria das vendas, além de notas fiscais, também certidões de cartórios informando que não haviam alienação ou restrições sobre elas, todavia, toda documentação continha a numeração adulterada da máquina, o que permitia, inclusive seu financiamento junto a instituições bancárias.

 

Várias outras máquinas comercializadas pela quadrilha já foram identificadas, e deverão ser apreendidas nos próximos dias. Muitos agricultores que as adquiriram de boa-fé, estão apresentando as máquinas no DOF  e pleiteando os depósitos, para que possam continuar utilizando-as até a conclusão das investigações.

 

Os quatro membros da quadrilha presos, tiveram suas prisões preventivas decretadas no final da tarde do último dia 02, e deverão ainda hoje ser removidos do DOF para a Penitenciária de Segurança Máxima Harry Amorin Costa em Dourados/MS. Outros membros da quadrilha, já identificados, também tiveram as prisões decretadas e deverão ser presos nos próximos dias.

 

 

Fátima News

Deixe seu Comentário

Leia Também

BARBÁRIE
Marido mata mulher a facadas dentro de casa durante almoço de domingo
CAPOTAMENTO
Carro capota várias vezes ao fazer curva na MT-412 e mata fotógrafo
BRASIL - 157.134 MORTES
Brasil acumula 5,3 milhões de casos e 157 mil mortes por covid-19
AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga 2ª parcela de R$ 300 da extensão do auxílio emergencial
SIM A VIDA
Brasil se une a Egito, Indonésia, Uganda, Hungria e EUA em declaração contra o aborto
Invasão em residência acaba morador morto por tiro acidental TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem mata o próprio irmão ao atirar em invasor de residência
GUERRA DA VACINA
Bolsonaro diz que não comprará vacina chinesa, mesmo se aprovada pela Anvisa
Motorista da carreta diz que ainda tentou desviar, mas não conseguiu DOENÇA DO SÉCULO
Menor pega carro escondido, joga contra carreta e morre na hora
BRASIL - 155.403 MORTES
Covid-19: Brasil tem 24.818 novos casos em 24 horas
AJUDA
Caixa Econômica paga auxílio emergencial para 5,2 milhões de beneficiários