Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 7 de agosto de 2022
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
VICENTINA

Vicentinense Alex Cruz do Guarani diz que "o importante é jogar"

18 Fev 2010 - 18h18Por Esporte Ágil
Contratado há quase um mês como uma das armas para levar a equipe do Guarani de volta a primeira divisão do Campeonato Paulista, o atacante Alex Cruz ainda não emplacou no Bugre Campineiro. Até agora, ele esteve no banco de reservas em duas partidas: no empate em 1 a 1 com o Flamengo de Guarulhos no último dia 13, e na vitória desta quarta-feira (17) por 5 a 1 contra o Grêmio Osasco, mas não entrou em nenhum dos jogos.

Para o jogador, a falta de ritmo não é o principal empecilho para garantir uma vaga no time do treinador Oswaldo Alvarez, o Vadão. “Eu estava parado há três meses e estou sem ritmo. A concorrência aqui também é grande. Tem ótimos jogadores na minha posição. Só temos que trabalhar para a hora que o Vadão precisar”, disse ao Esporte Ágil o jogador, que não poupa elogios ao técnico. “Ele é um excelente profissional e uma ótima pessoa”.

No meio de campo, Alex “briga” por uma vaga com os jogadores Marcinho, Walter Minhoca e Mário Lúcio. Porém, o atleta não esconde a preferência por jogar mais adiantado. “Estou treinando de meia. Mas o Vadão sabe que gosto de jogar de atacante. Mas pra mim tanto faz, o importante é jogar”, diz o atleta. Caso consiga uma vaga no ataque, ele jogará ao lado de outro sul-mato-grossense: Ricardo Xavier, artilheiro da equipe no Brasileirão da série B no ano passado e titular absoluto no ataque no Bugre.

Antes de fechar contrato com o Guarani, Alex revelou que foi sondado por equipes como Cascavel (SC), Macaé (RJ) e Paulista (SP). Com contrato até o início de maio, o jogador não esconde seu objetivo para este primeiro semestre. “Minha meta é a renovação de contrato e fazer um grande Brasileiro, para cair em um grande time de novo”, finaliza Alex.

Nascido no distrito de Vila Rica, em Vicentina, Alex já passou por Nacional- PR, Taveirópolis-MS, São Bento-SP, Cene-MS, Americano-RJ, Comercial-MS, Maracaju-MS, Naviraiense-MS, Nova Andradina-MS e Ivinhema-MS, antes de desembarcar na Gávea em 2009, quando conquistou o título do Brasileirão pelo Flamengo.

Leia Também

COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 261 óbitos e 40,4 mil casos em 24 horas
LENDA DO HUMORISMO
Jô Soares morre em São Paulo aos 84 anos
A CONTA GOTAS
Petrobras anuncia corte de R$ 0,20 no preço do diesel
100 PERÍCIA
Senado aprova regras que podem dispensar perícia médica do INSS
CAIXA PARA ELAS
Caixa anuncia programa voltado para o público feminino
COVID NO BRASIL
Brasil registra 265 novas mortes por Covid nas últimas 24 horas
CONFUSÃO DE TORCIDAS
Briga entre torcida do Flamengo e Corinthians deixa feridos em Campo Grande; veja vídeos
PREOCUPANTE
Covid-19: Brasil registra 295 óbitos e 34,4 mil casos em 24 horas
SOB INVESTIGAÇÃO
Brasileiro e estudante de medicina é encontrado morto em carro na fronteira
MILAGRE DA MEDICINA
Siameses brasileiros unidos pelo crânio são separados após 9 cirurgias