Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 9 de julho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Verba para sanidade animal será de R$ 150 milhões em 2005

6 Set 2004 - 16h46
O ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, anunciou na Expointer, em Esteio, região metropolitana de Porto Alegre, que os recursos para a sanidade animal atingirão R$ 150 milhões em 2005, valor 50% maior do que o destinado neste ano. O ministro, acompanhado do governador do Rio Grande do Sul, Germano Rigotto, lançou o Agrofit 2004, um software que permite o acesso on line a um banco de dados sobre produtos agrotóxicos comercializados no Brasil. O banco de dados pode ser acessado por meio da página do Ministério da Agricultura.


O ministro da Agricultura também assinou convênio, no valor de R$ 236 mil, com a Federação das Cooperativas Agropecuárias do Rio Grande do Sul (Fecoagro) para apoio à realização do Programa de Alianças Estratégicas e Intercooperação para o Mercado de Exportação ou Importação.
 
 
 
Fátima News

Deixe seu Comentário

Leia Também

SOS SAUDE
Em 24 horas, nove pessoas morrem em casa pela covid-19 sem atendimento médico
BORA PRA BONITO - MS???
Bonito (MS) irá operar com tarifa de baixa temporada até 18 de dezembro e descontos de até 60%
BONITO - MS - REABERTURA COM SEGURANÇA
Hotel Águas de Bonito te espera com toda segurança e responsabilidade, bora pra Bonito (MS)?
SUSPEITOS COVID-19
Veja autoridades que se reuniram com Bolsonaro nos últimos dias, de acordo com a agenda oficial
ABSURDO
Indígena com Covid-19 sofre aborto espontâneo e recebe feto em garrafa de soro
VITIMA DA COVID 19
Após ficar 3 dias a espera de UTI Cacique xavante líder das causas indígenas morre com Covid-19
AUXILIO EMERGENCIAL
Caixa libera saques e transferências dos aprovados no terceiro lote nascidos em fevereiro
URGENTE - PRESIDENTE COM COVID-19
URGENTE: Bolsonaro testa positivo para coronavírus
PRESIDENTE NA LINHA
Bolsonaro está com sintomas de covid-19 e aguarda resultado de exame
CICLONE BOMBA
Efeitos do Ciclone: mais de 12 mil residências ainda estão sem energia elétrica