Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 24 de janeiro de 2022
Busca
Brasil

Verão pede cuidados com a saúde respiratória

25 Jan 2010 - 13h14Por ABN News

 
Especialista sugere atenção para as idas às casas de praia e campo, fechadas há tanto tempo, e alerta para a correta utilização de aparelhos de ar-condicionado

Os dois principais problemas respiratórios no verão estão relacionados ao paciente portador de doença respiratória, que cessa ou reduz por conta própria o tratamento medicamentoso de sua doença de base, uma vez que apresenta melhora de seus sintomas.

A outra questão é a alta exposição destes indivíduos ao mofo e poeiras, especialmente nas casas de praia e campo, onde passam as férias.

"A umidade não é propriamente o problema. O perigo está nos fungos proliferados com a umidade, que não somente causam as infecções respiratórias, mas também inflamação do tecido pulmonar, que pode levar a internações e outras complicações respiratórias", explica dr. Eduardo Henrique Genofre, diretor da Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia.

No inverno, o tempo mais seco agride as vias aéreas. Já no verão, com mais chuvas e ventos, quem tem doença respiratória de base sofre mais pela oscilação de temperatura do que pelo clima. Essas mudanças provocam o aumento da incidência de resfriado, faringite e até pneumonia.

Ar-condicionado e ventiladores: vilões
Aparelhos de ar-condicionado são também vilões desta época do ano. Por causa deles, os cílios responsáveis pela limpeza da mucosa respiratória ficam mais lentos, acumulando o muco protetor nas vias áreas e, como consequência disto, as bactérias e os vírus conseguem se implantar nestas regiões.

Estes aparelhos devem passar por uma limpeza frequente para evitar a proliferação de ácaros, fungos e bactérias que se acumulam nos filtros do aparelho e são liberados no ar. Eles podem invadir as vias aéreas criando lesões inflamatórias/infecciosas, como as pneumonias ou alergias.

Um adulto gripado que trabalha num escritório fechado com aparelho de ar-condicionado ligado pode disseminar o vírus para aproximadamente 70% das pessoas daquele ambiente.

Recomendações
O dr. Eduardo oferece algumas dicas para passar o verão sem sustos:

Tomar grandes doses líquidos para hidratar o corpo;

Lavar as narinas com soro fisiológico ou medicamento específico para esse fim;

Evitar o choque térmico das altas temperaturas em lugares abertos e clima frio em ambientes com ar-condicionado de maneira sucessiva;

Pratique exercícios físicos regularmente, que ajudam a melhorar a respiração e a saúde;

Mantenha a casa limpa arejada, inclusive as de praia e campo, que passam a maior parte do ano fechadas. Se possível, manter a casa aberta e bem ventilada algumas horas antes de entrar nela.

Leia Também

Fábrica de placas solares  ENERGIA SOLAR
Brasil atinge 1 milhão de consumidores com geração própria de energia solar
BRASIL 622.205 MORTES
Com recorde de 204.854 novos casos, Brasil registra 350 óbitos em 24 horas
ALARMANTE
Brasil bate recorde de casos diários de covid-19 com 204,8 mil
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab ainda tem 916 vagas para indígenas trabalharem nas lavouras de maçãs em SC e RS
BAIXA RENDA
Auxílio Gás: governo libera o pagamento no valor de R$ 52
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil tem um aumento e registra 351 mortes em 24 horas
OMICRON
Brasil dobra contágio nas 24h e registra 74,1 mil novos casos de covid-19 e 121 mortes
LIÇÕES DA BIBLIA
Carne e Sangue como nós
ABUSO SEXUAL
Meninas escutam mãe contando de abuso sexual e fazem relato chocante sobre tio-avô
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, foram confirmados pelas autoridades sanitárias 24.934 novos casos de Covid-19