Menu
SADER_FULL
quinta, 6 de maio de 2021
Busca
Brasil

Ventos fortes podem atingir o estado, diz Defesa a Civil

12 Ago 2010 - 09h20Por Campo Grande News
A Cedec (Coordenadoria Estadual de Defesa Civil) emitiu alerta de ventos fortes para hoje e amanhã, sobretudo em áreas isoladas do centro sul do Estado. As rajadas podem chegar a 80 quilômetros por hora.

Com exceção do extremo sul, há áreas isoladas no Estado onde a umidade relativa do ar não ultrapassa os 20%, considerado nível de atenção.

A umidade relativa entre 20% e 12% é considerado estado de alerta. E abaixo dos 12%, a situação é tida como emergência.

Nessa situação, é aconselhável não praticar atividades ao ar livre e exposição ao sol entre 10 e 17 horas. A atenção deve ser maior no período até às 16 horas, considerado mais crítico. É recomendada a ingestão de muita água para evitar desidratação.

O alerta tem base nas informações do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). O tempo seco tem feito a poeira dominar a paisagem nas cidades. Em Campo Grande, não chove há 23 dias, e em São Gabriel do Oeste, a estiagem dura 80 dias.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias
PÉSSIMA PROJEÇÃO
Covid-19: Brasil deve alcançar 575 mil mortes em 1º de agosto, diz instituto
SONHO INTERROMPIDO
Jovem perde noivo para a Covid-19 no dia do casamento: 'Nossos sonhos ficaram para trás'
PANDEMIA CORONAVIRUS
Triste número: Brasil ultrapassa 400 mil mortes por Covid-19
REVOLTA
Pastor zomba da fé dos indígenas Trukás que revoltados quebram templo em construção; veja o vídeo
VIOLAÇÃO
Vereador abre caixão para provar que idoso não morreu de covid; assista