Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 30 de setembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Venezuela rompe com Colômbia por acusações de apoio à guerrilha

22 Jul 2010 - 16h06Por Folha Online

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, rompeu as relações com a Colômbia diante das acusações de que o país abriga acampamentos de guerrilheiros colombianos.

"Nós não temos outra escolha se não, por dignidade, romper nossas relações com nossa nação irmã da Colômbia", disse Chávez, em aparição ao vivo na televisão.

A Venezuela já "congelara" no ano passado todas as relações diplomáticas e comerciais com a Colômbia, em protesto contra um acordo militar entre Bogotá e Washington, que Chávez vê como uma ameaça à sua soberania.

As relações ficaram ainda mais estremecidas com a denúncia do presidente colombiano, Alvaro Uribe, que está nas últimas semanas de mandato, de que Chávez abriga guerrilheiros das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) e Exército de Libertação Nacional (ELN) na Venezuela.

Entre os guerrilheiros, estariam o líder das Farc, Iván Márquez, o chamado chanceler Rodrigo Granda, e o líder do ELN Carlos Marín Guarín, conhecido como Pablito.

Chávez disse durante a semana que esperava retomar as conversações com o país vizinho depois da posse de Juan Manuel Santos como presidente da Colômbia, em 7 de agosto. Apesar de ser sucessor do popular Uribe, Santos adotou um discurso de reaproximação com Chávez. O venezuelano disse, contudo, que não irá à posse do novo colega por motivos de segurança.

PROVAS

Nesta quinta-feira, em sessão extraordinária da OEA (Organização dos Estados Americanos), a Colômbia exibiu fotos, vídeos e testemunhos que provariam a presença de ao menos 87 acampamentos e 1.500 guerrilheiros protegidos em solo venezuelano.

O embaixador da Colômbia no órgão, Luis Alfonso Hoyos, afirmou que os acampamentos não são novos "e continuam se consolidando".

"Não são [apenas] casas. São ao menos 87 estruturas completamente armadas em território venezuelano".

Em seu discurso, que também contou com fotos e imagens aéreas, Hoyos se concentrou nas informações sobre quatro localidades, que abrigariam os acampamentos nomeados Ernesto, Berta, Bolivariano e Jesus Santrich, situados 23 quilômetros para dentro do território venezuelano.

A Venezuela negou nesta quinta-feira as acusações e alegou que as fotos aéreas mostradas como provas foram tiradas em território colombiano.

"Uma das imagens onde se mostra Pablito em uma suposta praia venezuelana, a cor da areia me faz pensar que é mais parecida com a praia de Santa Marta [na Colômbia], grata cidade porque foi onde morreu nosso libertador. Além disso, a cor do céu e das flores são muito parecidas e isso pode ser tanto na Colômbia quanto na Venezuela", defendeu o embaixador venezuelano na OEA, Roy Chaderton.

OBSESSIVO

Em resposta às acusações da Colômbia durante a reunião da OEA, Chávez afirmou que o presidente colombiano, Álvaro Uribe, é "mentiroso" e "mafioso".

Chávez defendeu nesta quinta-feira seu país dizendo que Uribe é "um mentiroso, obsessivo, mafioso, se presta a qualquer jogada, é capaz de qualquer coisa e instalou um governo de máfias, triste e lamentavelmente para este povo querido e irmão e para seus vizinhos que somos nós".

Citado pelo jornal "El Universal", o líder da Venezuela argumentou que as supostas provas de que o país abrigue guerrilheiros colombianos são "invenções".

"Lá [na Colômbia], se inventaram falsos indícios [com pessoas] que foram capturadas pelas forças militares da Colômbia e os levaram a uma montanha, os mataram, e depois de tê-los matado nos bairros pobres de Bogotá e Medellín, os vestiram com uniformes militares", acrescentou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AGORA É LEI
AGORA É LEI: Prisão de até 05 anos para maus-tratos contra cães ou gatos
PANDEMIA
Covid-19: Brasil tem 142 mil óbitos e 4,74 milhões de casos acumulados
+ CONSUMO
Intenção de consumo das famílias volta a crescer após cinco quedas
Motorista registrou a travessia de uma jiboia na avenida Ayrton Senna, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. FORA DO HABITAT
VÍDEO: motorista flagra jiboia cruzando pista de avenida no RJ: 'olha isso'
Só queria que me entendessem sem preconceito! PRECONCEITO
Jovem é expulso de casa ao assumir namoro com mulher trans
Yan e um comparsa renderam mãe e filha na rua CRIMINOSO
Bandido morto pela PM arrancou família de carro e agrediu mulher uma semana antes
O diesel não sofreu reajuste. + ALTA
Gasolina sobe 4% nas refinarias, anuncia Petrobras
O total de mortes causadas por covid-19 chega a 138.108, um acréscimo de 0,6% sobre a soma de segunda Saúde
Covid-19: Brasil tem 33,5 mil novos casos e 836 mortes em 24 horas
HERANÇA PORTUGUESA
A herança portuguesa na vida cotidiana do Brasil
Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga nova parcela do auxílio emergencial para 5,6 milhões de pessoas