Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 10 de agosto de 2022
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Venda a prazo ou parcelada dobra nos supermercados

23 Ago 2010 - 16h40Por Portal MS
A facilidade de crédito na praça, tem muita gente fazendo compra de mês a prazo e com isso fica difícil manter o controle das finanças. A venda de comida a prazo com cartão de crédito ou parcelada em várias vezes dobrou nos supermercados. Os responsáveis por este aumento são os consumidores das classes C, D e E.

Acostumados a usar o cartão na hora de comprar e parcelar bens duráveis, os brasileiros passaram a comprar alimentos também a prazo. As vendas com cartões de crédito nos supermercados dobraram nos últimos cinco anos e hoje representam 40% do faturamento do setor. Não é para menos. Mais da metade da população tem cartão de crédito ou de loja. Boa parte nas classes C e D. São elas as responsáveis por esse aumento.

Economistas lembram que o consumidor deve ficar atento aos juros que são em média de 10% ao mês. É uma taxa tão alta que equivale ao dobro da inflação de um ano inteiro. Os juros mensais para compras parceladas de alimentos são em média de 6%. Isso sem falar nos juros do crédito rotativo.

Ou seja, aqueles que são cobrados quando o consumidor paga apenas uma parte do valor da prestação. Esse chegam a 12% ao mês. Tem que ter muito cuidado para não perder o controle dessa conta.

Leia Também

TRAGÉDIA
Criança de 8 anos mata cunhado com tiro na cabeça
AGORA É LEI
STF decide que servidor público não pode receber menos que o salário mínimo
TENTATIVA DE ASSASSINATO
Coroinha é esfaqueado no pescoço durante missa em igreja
AUXILIO CAMINHONEIRO
Caixa libera consulta ao Auxílio Caminhoneiro
VAMOS AJUDAR - COMPARTILHE
Casal que adotou 3 irmãos autistas vítimas de maus-tratos comove internautas
DESUMANIDADE
Polícia interdita casa de repouso por tortura e sequestro de idosos
DENUNCIADO POR VIZINHOS
Mãe e filho são executados e corpos escondidos dentro de sofá velho jogado em lote baldio
AUXILIO BRASIL
Governo amplia Auxílio Brasil e mais 23,7 mil famílias vão receber em MS
ASSASSINATO
Campeão mundial de jiu-jitsu, Leandro Lo morre após levar tiro na cabeça
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 261 óbitos e 40,4 mil casos em 24 horas