Menu
SADER_FULL
domingo, 1 de agosto de 2021
Busca
Brasil

Vasco e Grêmio colocam ascensão à prova em São Januário

9 Out 2010 - 09h26Por R7

Em junho, Paulo Cesar Gusmão chegou ao Vasco com a missão de livrar o time da zona do rebaixamento. Dois meses depois foi a vez de Renato Gaúcho aportar no Olímpico, com o mesmo intuito no comando do Grêmio. Aparentemente, ambos tiveram êxito na empreitada. Agora, colocam à ascensão de suas equipes à prova neste sábado (9), às 18h30, em São Januário.

Invicto há seis rodadas, tendo colecionado cinco vitórias nesta sequência, o momento gaúcho é ainda melhor que o carioca. Com 42 pontos, o Tricolor já até vislumbra uma vaga na Copa Libertadores 2011, estando sete pontos atrás do Corinthians, terceiro colocado. É o que prega o lateral-esquerdo Fábio Santos.

- A tabela nos favorece, porque ainda teremos jogos contra concorrentes diretos. Estamos correndo por fora e querendo chegar ao G-3. Mas vamos pensar em uma partida de cada vez.

Desde que o técnico Renato Gaúcho assumiu o time, substituindo o demitido Silas, o Grêmio já disputou 15 jogos pelo Brasileirão, tendo nove vitórias, três empates e três derrotas. Com isso, largou a zona do rebaixamento e se encontra em oitavo lugar, a 14 pontos do Atlético-GO, 17º colocado.

Já o Vasco está um pouco mais abaixo na tabela de classificação, em 11º lugar, com 37 pontos. Contudo, o time tem um jogo a menos que a maioria dos concorrentes. Mesmo assim, é gritante a melhora desde a chegada de Paulo Cesar Gusmão.

Quando o treinador foi apresentado em São Januário, após saída de Celso Roth, o Vasco estava em penúltimo lugar. Porém, o comandante teve um mês para trabalhar o time devido à pausa do Brasileirão para a Copa do Mundo e perdeu apenas dois dos 20 jogos que disputou, vencendo sete e empatando 11.

O desempenho também faz o sonho da Libertadores povoar o imaginário do elenco cruzmaltino, apesar da distância de 12 pontos para o Corinthians, como ilustra o goleiro Fernando Prass.

- Claro que a gente pretende disputar a Copa Libertadores do próximo ano e, enquanto existir chances, vamos lutar muito por isso. Mas não adianta ficar fazendo projeção ou pensando em pontuação final. Precisamos viver uma partida de cada vez e ver o que acontece no fim.

Para esta partida, Paulo Cesar Gusmão celebra o retorno do meia Felipe, recuperado de entorse no joelho esquerdo. Em compensação, não deverá ter o volante Rafael Carioca, abalado com a morte de sua avó.

No Grêmio, o desfalque é o volante Fabio Rochemback, machucado. William Magrão, com dores musculares, é dúvida, e pode ser substituído por Ferdinando. No ataque, Jonas, artilheiro do Brasileiro com 17 gols, está confirmado.

FICHA TÉCNICA
VASCO x GRÊMIO

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 09 de outubro de 2010 (sábado)
Horário: 18h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Alicio Pena Júnior (MG)
Assistentes: Helberth Costa Andrade e Guilherme Dias Camilo (ambos de MG)

VASCO: Fernando Prass; Fagner, Cesinha, Dedé e Ernani; Jumar, Romulo, Fellipe Bastos e Felipe; Zé Roberto e Eder Luis
Técnico: Paulo César Gusmão

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Gabriel, Paulão, Rafael Marques e Fábio Santos; Vilson, Willian Magrão (Ferdinando), Lúcio e Douglas; Jonas e André Lima
Técnico: Renato Gaúcho

Deixe seu Comentário

Leia Também

CÃOPAINHA
Cachorro toca campainha após ficar trancado fora de casa
SONHO INTERROMPIDO
Ultimo ensaio fotográfico minutos antes de médico sofrer choque e morrer nas vésperas de casamento
OLIMPÍADA
Rebeca é prata e faz história na ginástica olímpica em Tóquio
FENÔMENO DA NATUREZA
Chuva de meteoros será visível na madrugada de quinta para sexta em todo Brasil
A CASA CAIU
Mulheres se unem e surram "valentão" flagrado agredindo ex no meio da rua
CRISE HÍDRICA
Novas fontes preparam MS para a crise hídrica, ressalta governador
ABAIXO DE ZERO
Com -8,6°C, SC registra a menor temperatura do Brasil em 2021, diz Inmet
COVID-19
Em dia de aumento de casos Brasil tem 1.333 óbitos por Covid - 19 nas últimas 24 horas
CONCURSO PÚBLICO
Caixa Econômica convocará 9 mil de concursos e abre mais mil vagas
BRASIL - 550.502 MORTES
Covid-19: país ultrapassa 550 mil mortes e tem 19,7 milhões de casos