Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 26 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Valor da cesta básica cai em dezembro nas cidades de MS

5 Jan 2011 - 17h14Por

O custo da cesta básica alimentar em Campo Grande registrou queda de 1,20% em dezembro comparada ao mês anterior, de acordo com pesquisa divulgada hoje (5) pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente, do Planejamento, da Ciência e Tecnologia (Semac). O preço ao consumidor caiu de R$ 241,82, para R$ 238,93. Em Dourados a média de preço varia entre R$ 224,80 para R$ 216,43

Porém, apesar da queda, a cesta básica alimentar acumula aumentos. Nos últimos seis meses o preço subiu 5,35%. Durante os últimos 12 meses o aumento é ainda maior: 19,54%.

Dos 15 produtos que compõem a cesta básica, oito registraram queda no mês passado. Os destaques ficam com a batata, com redução de 14,29%, feijão, que caiu 6,82% e a carne, que contou com decréscimo de 3,33%. O sal registrou queda de 2,44%; o arroz, 2,31%; a laranja, 2,04% e o alface, 1,82%. O leite teve leve redução de 0,55%.

Já os produtos que acusaram alta de preço foram o açúcar cristal, com aumento de 8,68%, a banana, com 8,61% e o óleo, que teve alta de 7,75%. Também foram reajustados a margarina, com 4,25%, o macarrão, em 3,80%, o pão, em 3,36% e o tomate, que teve o preço acrescido em 2,56%.

Bons fatores climáticos elevaram a colheita da batata, que teve mais oferta no mercado e preço reduzido. O mesmo aconteceu com o feijão, que com o período de safra teve mais oferta e registrou 6,82% de redução do preço, de acordo com a Semac.

Já as usinas, que estão finalizando a moagem da cana-de-açúcar e entrando em férias coletivas, produziram menos açúcar. O resultado no bolso do consumidor é reflexo da menor oferta do produto que eleva suas cotações no mercado internacional aumentando seu preço também no mercado interno.

A pesquisa mensal da Semac constatou que em dezembro o trabalhador que recebe um salário mínimo de R$ 510 comprometeu 46,85% do seu salário em dezembro de 2010 para aquisição da cesta alimentar, restando R$ 271,07 para atender suas outras necessidades básicas como: água, energia, saúde, serviços pessoais, vestuários, lazer, entre outros.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ROTA BIOCEÂNICA
Comissão mista homologa consórcio que vai construir ponte da Rota Bioceânica em MS
CASTELO DE AREIA
Idoso casa com prostituta 35 anos mais nova e flagra com outro
DOENÇA DO SÉCULO
Servidor público é encontrado pendurado em árvore
COVID-19
Ministra de Bolsonaro testa positivo para Covid e cancela agenda em Nova Andradina
ASSUSTADOR
Homem encontra boneca na parede com bilhete misterioso: "obrigada por me libertar"
VIDEOS VAZADOS
Torcedora do flamengo esquenta a web com vídeos íntimos
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra em 24 horas 36.473 novos casos e 876 novas mortes
REVOLTANTE
Criança autista vítima de maus tratos é encontrada comendo fezes de cachorro para sobreviver
HOMICIDIO X SUICÍDIO
Marido mata esposa e tira própria vida; criança de 3 anos pede socorro a vizinho
NEGLIGÊNCIA
Criança de 2 anos ao volante mata prima de 3 anos atropelada