Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 23 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Vacinação contra febre aftosa termina no próximo domingo

25 Mai 2010 - 13h28Por Ministério da Agricultura

Os pecuaristas de Mato Grosso do Sul tem até o próximo domingo, dia 30 de maio, para vacinar o rebanho de bovinos e bubalinos contra febre aftosa. A data limite inclui o Planalto, Pantanal e a Zona de Alta Vigilância, na fronteira do Brasil com Bolívia e Paraguai.

Depois da aplicação da vacina o produtor deve comunicar a Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) até o dia 15 de junho. Quem não apresentar a declaração ao órgão pode ser penalizado. A multa aplicada é de três Uferms -Unidade Fiscal Estadual de Referência- por cabeça, o que equivale hoje a R$ 42,69.

A diretora-presidente do Iagro, Maria Cristina Carrijo, pede que os pecuaristas “não deixem para a última hora”, pois as vezes não há tempo hábil para comunicar a agência. Cristina ressalta que a intenção do órgão não é multar e sim garantir que todo o rebanho de Mato Grosso do Sul seja imunizado.

Os proprietários de áreas na região pantaneira podem optar por vacinar no mês de maio ou novembro, em função da dificuldade de manejo do gado no período das cheias. Nos anos anteriores 98% do rebanho do Estado foi vacinado. Mato Grosso do Sul possui certificado de área livre de Febre Aftosa com vacinação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSUSTADOR
Homem encontra boneca na parede com bilhete misterioso: "obrigada por me libertar"
VIDEOS VAZADOS
Torcedora do flamengo esquenta a web com vídeos íntimos
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra em 24 horas 36.473 novos casos e 876 novas mortes
REVOLTANTE
Criança autista vítima de maus tratos é encontrada comendo fezes de cachorro para sobreviver
HOMICIDIO X SUICÍDIO
Marido mata esposa e tira própria vida; criança de 3 anos pede socorro a vizinho
NEGLIGÊNCIA
Criança de 2 anos ao volante mata prima de 3 anos atropelada
CARROS SEMINOVOS
Como fazer uma boa escolha de veículos seminovos
LUTO NA TV
Ator Luis Gustavo morre aos 87 anos, vítima de câncer
EM DECLINIO
Covid-19: Brasil registra 21,2 milhões de casos e 590,7 mil mortes
TSUNAMI NO BRASIL?
Brasil pode ser atingido por tsunami; entenda