Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 4 de dezembro de 2021
ASSEMBLEIA DEZEMBRO 2021
Busca
Brasil

Uruguaio assume o comando do Internacional

14 Dez 2009 - 15h32Por Globo Esporte

Foi quase uma hora de conversa sobre futebol, de exposição de ideias, de fala mansa, pausada, em um portunhol que pende mais ao português do que ao espanhol. O uruguaio Jorge Fossati foi apresentado oficialmente como técnico do Inter na manhã desta segunda-feira. Em seu primeiro dia na nova casa, ele deixou claro que está diante de um dos maiores desafios da carreira. É a primeira vez que o ex-goleiro comanda um clube brasileiro. E um clube que, para ele, é um dos maiores do mundo.

- A primeira coisa que gostei no interesse do Inter foi que reconheço no clube um dos grandes do Brasil. Se a gente fala um grande do Brasil, fala um grande do mundo. Ter o privilégio de dirigir um dos maiores clubes do mundo é um grande desafio, uma grande responsabilidade, uma grande honra - disse ele.

Fossati assinou contrato de um ano com o Inter. Ele estava decidido a aceitar o convite colorado desde a reunião de quinta-feira, em Montevidéu. Para fechar com o clube gaúcho, teve que rejeitar proposta da seleção equatoriana. Ele encantou a diretoria vermelha pelo trabalho realizado na LDU, de Quito, clube pelo qual conquistou a Recopa e a Copa Sul-Americana. Cheio de elogios ao Colorado, Fossati mostrou que a maior sedução é a conquista da
Libertadores da América

O Inter sabe antes do que eu como ganhar uma Libertadores. Não venho como maestro de ninguém. O Inter conhece o caminho, já chegou lá. Para ganhar a Libertadores ou qualquer outro objetivo importante, tem que ter unidade. Falo da diretoria, da comissão, dos jogadores, do torcedor. O clube tem qualidade. O time também. Tem uma torcida maravilhosa. Espero que acompanhemos nessas qualidades e possamos fazer nosso melhor trabalho - afirmou.

O Inter tratou de impressionar Fossati em seu primeiro dia no clube. A apresentação foi nas suítes do Beira-Rio, o espaço mais vistoso do clube. O treinador, que acabou de deixar a LDU, agora entrará em férias, já pensando nas medidas a tomar no clube. Ele quer ter uma equipe formada, pronta para jogar, no final de janeiro.

Jorge Daniel Fossati Lurachi, 57 anos, nasceu em Montevidéu. Como goleiro, atuou no Uruguai, na Argentina, na Colômbia, no Paraguai, no Chile e no Brasil, onde defendeu Avaí e Coritiba. Como treinador, comandou River Plate e Peñarol, do Uruguai, o Cerro Porteño, do Paraguai, o Danúbio, também do país dele, o Colón, da Argentina, o Al-Sadd, do Qatar, a LDU, do Equador, e as seleções do Uruguai e do Qatar. Foi campeão uruguaio, paraguaio, equatoriano, da Recopa, da Sul-Americana e da Liga do Qatar.
 

Leia Também

ABUSO DE AUTORIDADE
PM arrasta homem negro algemado em moto; "Como na escravidão", diz gravação
REVOLTANTE
Índia de 13 anos violentada pelo avô busca ajuda e acaba estuprada por 4 em unidade saúde
DOENTIO
Mulher descongela geladeira e encontra corpo de bebê escondido em sacola
PONTE BIOCEÂNICA
Ponte Bioceânica vai ganhar nova data de lançamento; Bolsonaro e Marito participam
AÇÕES DO GOVERNO MS
Com estados da região Sul, Azambuja quer integração ferroviária e união para redução de carbono
PIX SAQUE
Pix Saque começa hoje:comércio vê nova ferramenta como chamariz para clientes,mas teme por segurança
TRAGÉDIA NA LINHA DO TREM
vítima comemorou aniversário do marido um dia antes de morrer com a filha em acidente com trem
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 229 óbitos e 9,2 mil novos casos
# PREVENIR É O REMÉDIO
Covid-19: Brasil registra 303 mortes e 12.126 casos em 24 horas
DESESPERO
Vídeo: veja momento em que calçada cede e pessoas caem em rio