Menu
SADER_FULL
domingo, 13 de junho de 2021
Busca
Brasil

Uruguaio assume o comando do Internacional

14 Dez 2009 - 15h32Por Globo Esporte

Foi quase uma hora de conversa sobre futebol, de exposição de ideias, de fala mansa, pausada, em um portunhol que pende mais ao português do que ao espanhol. O uruguaio Jorge Fossati foi apresentado oficialmente como técnico do Inter na manhã desta segunda-feira. Em seu primeiro dia na nova casa, ele deixou claro que está diante de um dos maiores desafios da carreira. É a primeira vez que o ex-goleiro comanda um clube brasileiro. E um clube que, para ele, é um dos maiores do mundo.

- A primeira coisa que gostei no interesse do Inter foi que reconheço no clube um dos grandes do Brasil. Se a gente fala um grande do Brasil, fala um grande do mundo. Ter o privilégio de dirigir um dos maiores clubes do mundo é um grande desafio, uma grande responsabilidade, uma grande honra - disse ele.

Fossati assinou contrato de um ano com o Inter. Ele estava decidido a aceitar o convite colorado desde a reunião de quinta-feira, em Montevidéu. Para fechar com o clube gaúcho, teve que rejeitar proposta da seleção equatoriana. Ele encantou a diretoria vermelha pelo trabalho realizado na LDU, de Quito, clube pelo qual conquistou a Recopa e a Copa Sul-Americana. Cheio de elogios ao Colorado, Fossati mostrou que a maior sedução é a conquista da
Libertadores da América

O Inter sabe antes do que eu como ganhar uma Libertadores. Não venho como maestro de ninguém. O Inter conhece o caminho, já chegou lá. Para ganhar a Libertadores ou qualquer outro objetivo importante, tem que ter unidade. Falo da diretoria, da comissão, dos jogadores, do torcedor. O clube tem qualidade. O time também. Tem uma torcida maravilhosa. Espero que acompanhemos nessas qualidades e possamos fazer nosso melhor trabalho - afirmou.

O Inter tratou de impressionar Fossati em seu primeiro dia no clube. A apresentação foi nas suítes do Beira-Rio, o espaço mais vistoso do clube. O treinador, que acabou de deixar a LDU, agora entrará em férias, já pensando nas medidas a tomar no clube. Ele quer ter uma equipe formada, pronta para jogar, no final de janeiro.

Jorge Daniel Fossati Lurachi, 57 anos, nasceu em Montevidéu. Como goleiro, atuou no Uruguai, na Argentina, na Colômbia, no Paraguai, no Chile e no Brasil, onde defendeu Avaí e Coritiba. Como treinador, comandou River Plate e Peñarol, do Uruguai, o Cerro Porteño, do Paraguai, o Danúbio, também do país dele, o Colón, da Argentina, o Al-Sadd, do Qatar, a LDU, do Equador, e as seleções do Uruguai e do Qatar. Foi campeão uruguaio, paraguaio, equatoriano, da Recopa, da Sul-Americana e da Liga do Qatar.
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CÓDIGO DE TRÂNSITO
Mudanças no código de trânsito brasileiro e suas implicações para motoristas
ESPORTE PELO MUNDO
Em fase artilheira no Cazaquistão, lateral Bryan, ex-Cruzeiro, valoriza presença e relacionamento
FOTO: Só Notícias / Luan Cordeiro / ASSESSORIA COPA AMÉRICA 2021 - NO BRASIL
COPA AMÉRICA: Confira as 06 Seleções que jogarão na Arena Pantanal
biden vacinas capa 696x487 SOLIDARIEDADE
Biden anuncia que vai mandar vacinas para o Brasil e outros países
FENÔMENO RARO
Junho tem Eclipse Solar, Lua de Morango e dia mais longo do ano
PROTESTOS PELO BRASIL
29M pelo fora Bolsonaro chegou a mais de 200 cidades e ganhou as redes sociais
ATENTADO AO PUDOR
Prostitutas exibem partes íntimas no meio da rua, moradores reclamam, Vídeos
NA BRONCA
Bolsonaro aciona STF contra decretos estaduais que impõem restrições para conter Covid-19
BARBÁRIE
Homem encontra partes do corpo do filho em rio
FENÔMENO RARO
Super Lua de Sangue e Eclipse total acontece nesta quarta