Menu
SADER_FULL
terça, 18 de maio de 2021
Busca
Brasil

União destinou 4,7 milhões para Ivinhema em 2004

29 Nov 2004 - 09h34
Segundo o Portal da Transparência (www.portaldatransparencia.gov.br) o Governo Federal destinou para o Mato Grosso do Sul neste ano de 2004, R$ 656,7 milhões, sendo que R$ 240,6 milhões foram entregues ao Estado e R$ 416 milhões foram destinados diretamente aos municípios.

A Capital, Campo Grande foi o município que mais recebeu recursos, com R$ 120 milhões. Do total, envolvendo desde o FPM (Fundo de Participação dos Municípios) até os recursos destinados ao Fundef e a Bolsa Família, o setor que mais consumiu verbas da União na Capital foi o de Atendimento em Unidades de Saúde, com R$ 63,2 milhões, destinados aos hospitais e postos de saúde da cidade.

O Segundo da lista está o Município de Dourados, com R$ 32,4 milhões sendo que R$ 11,4 milhões também foram investidos na área de Atendimento em Unidades de Saúde. Em terceiro lugar está Três Lagoas, com R$ 14,6 milhões.

No bolo Ivinhema recebeu R$ 4.707.643,37, assim distribuídos: Transferência de Renda Diretamente às Famílias em Condição de Pobreza e Extrema Pobreza (Bolsa Família – Benefícios) R$ 289.125,00, Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério - FUNDEF (CF, art.212) Transferência - FUNDEF (CF, art.212) R$204.762,98, Fundo de Participação dos Municípios - FPM (CF, art.159) (FPM - CF art. 159 ) R$ 3.053.345,21, Transferência a Estados, Distrito Federal e Municípios para Compensação da Isenção do ICMS aos Estados Exportadores (Lei Complementar Nº 87, de 1996 e Lei Complementar Nº 115, de 2003) (Transferências - LC n.º 87/96 e 115/2003) R$ 38.571,60, Transferência para Municípios - Imposto Territorial Rural(Transferência - ITR - Municípios ) R$ 37.602,78.

Para a saúde foi destinado verbas atendendo os seguintes programas: -Atenção à Saúde da População nos Municípios Habilitados em Gestão Plena do Sistema e nos Estados Habilitados em Gestão Plena/Avançada (Atendimento em Unidades de Saúde em Estados e Municípios ) R$ 611.544,76. - Atendimento Assistencial Básico nos Municípios Brasileiros(Atendimento em Unidades de Saúde em Municípios ) R$ 190.424,00. -Incentivo Financeiro a Municípios Habilitados à Parte Variável do Piso de Atenção Básica - PAB para a Saúde da Família(Saúde da Família )R$ 237.056,00. -Incentivo Financeiro a Municípios Habilitados à Parte Variável do Piso de Atenção Básica - PAB para Assistência Farmacêutica Básica (Farmácia Básica ) R$ 10.591,02. -Incentivo Financeiro aos Estados, Distrito Federal e Municípios Certificados para a Epidemiologia e Controle de Doenças(Registro e Controle de Doenças ) R$ 31.530,99. -E Incentivo Financeiro aos Municípios e ao Distrito Federal Habilitados à Parte Variável do Piso de Atenção Básica para Ações de Vigilância Sanitária (Vigilância Sanitária ) R$ 3.089,03. Totalizando R$ 108.4235,78

O município que menos recebeu recursos federais em 2004, dentre os 77 municípios de MS, foi o de Vicentina com R$ 1.6 milhão, deste total cerca de 85% vieram do FPM (R$ 1,3 milhão).

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA NO HARAS
Vaqueiro morre ao ser arrastado por boi durante vaquejada, em Paranatama; veja vídeo
Foto: Divulgação/Instagram LUTO NA MÚSICA
MC Kevin morre aos 23 anos no Rio de Janeiro
SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho