Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 10 de julho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Um terço dos veículos provoca 80% da poluição veicular no país

1 Jul 2010 - 07h20Por R7

Levantamento apresentado na semana passada na Câmara de Vereadores de São Paulo aponta que 33,8% dos veículos (um em cada três) são responsáveis por 80,2% da poluição produzida por carros, motos e caminhões no Brasil. Os dados se baseiam em pesquisa da Anfavea (Associação Nacional Fabricantes de Veículos Automotores), Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) e Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores).

Segundo Henry Joseph Júnior, presidente da comissão de energia e meio ambiente da Anfavea, os culpados pela poluição são os veículos com mais de 15 anos, que possuem tecnologia de queima de combustível obsoleta. Cerca de 10% da frota brasileira tem entre 15 e 20 anos e 23,9% possui mais de 20 anos.

Para Joseph, é inviável introduzir uma tecnologia nova que limpasse a emissão dos carros antigos. No outro extremo, veículos com menos de cinco anos são 27,3% da frota, mas poluem apenas 3,8% do total.

Durante o seminário "Saúde e Mobilidade na Cidade de São Paulo", organizado pela ONG Movimento Nossa São Paulo, Joseph disse que carros com 80 mil km rodados, fabricados em 1985, poluem em média 43 vezes mais que um modelo de 2008 com o mesmo uso.

O médico patologista, professor titular da Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo) e coordenador do Laboratório de Poluição Atmosférica dessa faculdade, Paulo Saldiva, concorda que os veículos antigos emitem muito mais que os novos. Mais da metade da poluição urbana vem dos veículos - de 60% a 70%, em média, segundo o especialista.

– É complicado de mensurar a poluição da gasolina e do álcool porque eles não deixam uma "assinatura" clara no ar.

Só o diesel, que deixa micropartículas características, responde por 40% da poluição das cidades brasileiras, de acordo com Saldiva.

Para o professor, tal situação pode ser revertida, se o governo direcionar incentivos fiscais para modelos de veículos menos poluentes e incentivar o uso do transporte coletivo.

Para Joseph, o governo pode seguir por dois caminhos:

– O governo pode priorizar a isenção de impostos para uma questão ambiental ou seguir por uma política paternalista de respeitar as pessoas que não tem poder aquisitivo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NÚMEROS DA ÚLTIMAS 24H
Os números da covid-19 no Brasil, atualizados diariamente
RECUPERAÇÃO
Dinho Ouro Preto revela sequelas após covid-19, ele já teve gripe suína e dengue
SOS SAUDE
Em 24 horas, nove pessoas morrem em casa pela covid-19 sem atendimento médico
BORA PRA BONITO - MS???
Bonito (MS) irá operar com tarifa de baixa temporada até 18 de dezembro e descontos de até 60%
BONITO - MS - REABERTURA COM SEGURANÇA
Hotel Águas de Bonito te espera com toda segurança e responsabilidade, bora pra Bonito (MS)?
SUSPEITOS COVID-19
Veja autoridades que se reuniram com Bolsonaro nos últimos dias, de acordo com a agenda oficial
ABSURDO
Indígena com Covid-19 sofre aborto espontâneo e recebe feto em garrafa de soro
VITIMA DA COVID 19
Após ficar 3 dias a espera de UTI Cacique xavante líder das causas indígenas morre com Covid-19
AUXILIO EMERGENCIAL
Caixa libera saques e transferências dos aprovados no terceiro lote nascidos em fevereiro
URGENTE - PRESIDENTE COM COVID-19
URGENTE: Bolsonaro testa positivo para coronavírus