Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 30 de novembro de 2021
Busca
Brasil

Última tropa que estava no terremoto volta sexta ao País

4 Fev 2010 - 05h18Por G1

Os últimos 130 dos 1.226 militares brasileiros que estavam no Haiti no momento do terremoto regressarão ao Brasil na sexta-feira e deverão desembarcar em São Paulo. Todos foram substituídos por novos contingentes desde quando houve o terremoto, em 12 de janeiro.

Um único militar que estava no Haiti durante o terremoto, e ainda permanecerá na região, em Santo Domingo, é o cabo do Exército Francisco Luiz Ferreira, que foi soterrado e agora está hospitalizado. Mas como ele já está bem melhor, deverá voltar para o Brasil nos próximos dias.

Uma nova equipe, de 900 militares já aprovada pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pelo Congresso brasileiro está em fase final de preparação e deverá seguir para Porto Príncipe ainda na semana que vem.

Eles estão seguindo para lá para atuar na segurança e em ajuda humanitária, mas a quantidade de homens e atividades serão definidas pelo chefe da missão da ONU no Haiti, general Floriano Peixoto.

As informações foram prestadas pelo ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Jorge Armando Félix, em entrevista, esta tarde, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB).

Leia Também

PIX SAQUE
Pix Saque começa hoje:comércio vê nova ferramenta como chamariz para clientes,mas teme por segurança
TRAGÉDIA NA LINHA DO TREM
vítima comemorou aniversário do marido um dia antes de morrer com a filha em acidente com trem
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 229 óbitos e 9,2 mil novos casos
# PREVENIR É O REMÉDIO
Covid-19: Brasil registra 303 mortes e 12.126 casos em 24 horas
DESESPERO
Vídeo: veja momento em que calçada cede e pessoas caem em rio
PÂNICO NO AEROPORTO
Vídeo mostra passageiros gritando e muito desespero em avião da Azul; veja
EMBOSCADA
Jovem morre após ser atingida por tiro na cabeça
# PREVENIR É O REMÉDIO
Covid -19 casos sobem para 22,043 milhões e mortes, para 613,3 mil
ESTUPRO DE VUNERALVEL
Menina de 11 anos conta para avô que é estuprada pelo padrasto
CRUELDADE
Justiça nega exame de insanidade a mulher que esquartejou filho