Menu
SADER_FULL
segunda, 12 de abril de 2021
Busca
Brasil

UFMS reajusta valor de inscrição e deve lucrar R$ 1 milhão

9 Set 2004 - 17h54

Pelo menos R$ 1 milhão deverá ser destinado aos cofres da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) com o próximo Vestibular de Verão, depois de pagas todas as despesas com mão-de-obra e funcionários mobilizados para a seleção. O valor citado é relativo às taxas de inscrição, no valor de R$ 90 cada, que serão pagas pelos mais de 20 mil candidatos que deverão disputar 2.540 vagas nos dias 8 e 9 de dezembro, quando serão realizadas as provas.

Para este ano a expectativa é ultrapassar o número de candidatos inscritos no último concurso, quando 22.788 taxas de inscrição foram pagas. “Esperamos a inscrição de 26 a 30 mil candidatos”, adiantou o chefe da coordenadoria de desenvolvimento e ensino, Jackson Martins Fedorowicz. Se o número de concorrentes este ano for pelo menos igual ao ano anterior, o Vestibular de Verão da UFMS arrecadará um montante na ordem de R$ 2 milhões.

O alto valor da inscrição é atribuído, segundo o pró-Reitor de Ensino e Graduação da UFMS, César Benevides, aos custos operacionais da seleção, que chegam a R$ 700 mil. Subtraindo as despesas alegadas e ainda as taxas de isenções, que no último vestibular estiveram na ordem de três mil entre integrais e proporcionais, segundo Martins, sobraria ainda R$ 1,165 milhão de lucro, definido pela instituição como “diferença favorável para melhoramentos das condições de aplicação do próprio vestibular”.

Para a próxima seleção, as taxas de inscrição subiram 16,7% e foram abertas nesta quinta-feira. A justificativa é que a taxa não subia desde 2001, porém muitos estudantes reclamam do preço salgado, como é o caso da secretária Andréia Benites que pretende concorrer a uma vaga no curso de enfermagem. “O valor compromete em muito meu orçamento. Não sei como vou fazer”. Martins alega que as despesas são altas, “já que duas pessoas corrigem as provas e a redação, é alto o número de seguranças e o material é traduzido para o braile”, cita como exemplos dos gastos.

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições
MORTANDADE
Brasil bate marca de 4 mil mortes por Covid registradas em um dia pela 1ª vez
COPA LIBERTADORES
Santos vence o San Lorenzo na Argentina e abre vantagem por vaga nos grupos da Libertadores
FATALIDADE
Técnico de informática morre após levar choque a partir de fone de ouvido
CANALHA
Pai comete estupro e diz que filha precisa saber "como é ter um homem"
SOB INVESTIGAÇÃO
Cantor gospel e pastor é encontrado morto e amarrado em árvore
CONTAMINAÇÃO
Igrejas superam mercado e consultório médico em risco de transmissão de Covid-19, aponta estudo
CRISE NA PANDEMIA
Número de brasileiros que vivem na pobreza quase triplicou em seis meses, diz FGV