Menu
SADER_FULL
sábado, 8 de maio de 2021
Busca
Brasil

UFGD divulga edital para seleção de candidatos ao Mestrado em Educação

2 Set 2010 - 10h54Por Fátima News com assessoria

A Pró-Reitoria de Ensino de Pós-Graduação e Pesquisa da Universidade Federal da Grande Dourados abriu inscrições para seleção de candidatos para o Programa de Pós-Graduação stricto sensu em Educação, Área de Concentração em “História, Políticas e Gestão da Educação”, em nível de Mestrado. São até 24 vagas e o ingresso será no primeiro semestre letivo de 2011.

 

A inscrição pode ser feita de 1º de outubro a 5 de novembro pela home page: http://www.ufgd.edu.br/faed/mestrado-educacao e será efetivada a partir da entrega da documentação exigida no Edital na Secretaria do Programa de Pós-Graduação em Educação - Faculdade de Educação (FAED).

 

Já a seleção será realizada por meio de prova escrita, exame de suficiência em Língua Estrangeira e entrevista.

 

A matrícula dos aprovados precisará ser efetuada entre os dias 14 a 22 de fevereiro de 2011, sendo que o início do curso será em 14 de março.

 

Mais informações

Fone (67) 3410-2120 (horário das 13h às 17h e das 18h às 22h)

E-mail: spgfaed@ufgd.edu.br

Home page: http://www.ufgd.edu.br/faed/mestrado-educacao

 

EDITAL Nº 22/PROPP, DE 30 DE AGOSTO DE 2010

http://www.ufgd.edu.br/propp/editais/Edital22_2010_EDUCACaO.pdf

 

BIBLIOGRAFIA BÁSICA PARA A PROVA ESCRITA

 

LINHA POLÍTICAS E GESTÃO DA EDUCAÇÃO

CURY, C. R. J. Sistema Nacional de Educação: desafio para uma educação

igualitária e federativa. Educação & Sociedade, v. 29, n. 105, set./dez. 2008.

CASTRO, Jorge Abrahão de. Evolução e desigualdade na educação

brasileira. Educ. Soc. [online]. 2009, vol.30, n.108, pp. 673-697. ISSN 0101-

7330.

DUBET, F. A escola e a exclusão. Cadernos de Pesquisa, n. 119, 2003.

FLEURI, R. M. Políticas de diferença: para além dos estereótipos na

prática educacional. Educação & Sociedade, v. 27, n. 95, ago. 2006.

FRANCO, Creso; ALVES, Fátima; BONAMINO, Alicia. Qualidade do

ensino fundamental: políticas, suas possibilidades, seus limites. Educação

& Sociedade, vol. 28, n. 100, p. 989-1014, out 2007.

FREITAS, Dirce Nei Teixeira de; FERNANDES, Maria Dilnéia Espíndola.

Gestão local e efetivação do direito à educação. 2008. Disponível em <

http:/www.anped.org>. Acesso em: 12 de junho de 2010

SEVERINO, A. J. – A pesquisa na pós-graduação em educação. Revista

Eletrônica de Educação. São Carlos, SP: UFSCar, v.1, no. 1, p. 31-49, set.

2007. Disponível em http://www.reveduc.ufscar.br.

OLIVEIRA, Romualdo Portela de. A transformação da educação em

mercadoria no Brasil. Educação & Sociedade., Out 2009, vol.30, n.108,

p.739-760. Disponível em: http://www.scielo.br

 

LINHA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO, MEMÓRIA E SOCIEDADE

AMADO, J. & FERREIRA, M. (org). Usos e abusos da História Oral. 1. ed.

Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1996.

BOSI, E. Memória e sociedade: lembranças de velhos. 7. ed. São Paulo:

Companhia das Letras, 1999.

BURKE, Peter. 1992. A escrita da história: novas perspectivas. São Paulo:

UNESP, 1992.

CAMBI, F. História e Pedagogia. São Paulo : Editora UNESP, 1999.

FREITAS, Marcos Cezar (org.). Historiografia Brasileira em Perspectiva. 5.

ed. São Paulo: Contexto, 2003.

LE GOFF, J. História e Memória. Campinas: Editora da UNICAMP, 1996.

VEIGA, G. C. & F., T. N. História e Historiografia da Educação no Brasil.

Belo Horizonte: Autêntica, 2003.

STEPHANOU, M & BASTOS, M. H. C. Histórias e Memórias da Educação

no Brasil. (Vol. I, II e III). Petrópolis: Vozes, 2005.

LINHA EDUCAÇÃO E DIVERSIDADE

BOURDIEU, P. et al. O poder simbólico. Rio de Janeiro, Bertrand,1998.

CANCLINI, N. G. Culturas híbridas. 4. ed. São Paulo: EDUSP, 2008.

CERTEAU, M. A cultura e a escola. A cultura no plural. Campinas: Papirus,

2005.

FOUCAULT, M. As palavras e as coisas. São Paulo:Martins Fontes, 2002.

______. Arqueologia do Saber. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2007.

GEERTZ, C. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: Zahar, 1978

HALL, S. Identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A

Editora, 2006.

_____ Da diáspora: identidades e mediações culturais. Belo Horizonte:

UFMG, 2003.

 

CORPO DOCENTE (SEGUNDO AS LINHAS DE PESQUISA)

Linha de Pesquisa: Políticas e Gestão da Educação.

Professores Permanentes:

Dra. Dirce Nei Teixeira de Freitas

Dra. Elisângela Scaff

Dra. Giselle Cristina Martins Real

Dra. Marilda Moraes Garcia Bruno

Dr. Paulo Gomes Lima

Professores Colaboradores:

Dra. Alaíde Maria Zabloski Baruffi

Dra. Lindamir Cardoso Vieira Oliveira

 

Linha de Pesquisa: História da educação, Memória e Sociedade

Professores Permanentes:

Dra. Alessandra Cristina Furtado

Dra. Maria do Carmo Brazil

Dra. Magda

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias
PÉSSIMA PROJEÇÃO
Covid-19: Brasil deve alcançar 575 mil mortes em 1º de agosto, diz instituto
SONHO INTERROMPIDO
Jovem perde noivo para a Covid-19 no dia do casamento: 'Nossos sonhos ficaram para trás'
PANDEMIA CORONAVIRUS
Triste número: Brasil ultrapassa 400 mil mortes por Covid-19
REVOLTA
Pastor zomba da fé dos indígenas Trukás que revoltados quebram templo em construção; veja o vídeo