Menu
SADER_FULL
quarta, 22 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Twitteiros elegem Mick Jagger como vilão da eliminação brasileira

2 Jul 2010 - 17h14Por Folha Online

A eliminação da seleção brasileira da Copa-2010 nas quartas de final tem como principais candidatos a vilão o volante Felipe Melo e o técnico Dunga. Mas, segundo os usuários do Twitter, o real culpado pela derrota para a Holanda é o cantor Mick Jagger, que torcia pelo Brasil nas arquibancadas do estádio Nelson Mandela Bay.

Uma hora após o término da partida, o topico "Mick Jagger FDP" estava em primeiro lugar como o tema mais comentado do microblog.

O motivo da irritação é o fato de o cantor ser "pé frio". No Mundial da África, o líder da banda de rock Rolling Stones declarou torcida por Estados Unidos e Inglaterra, e esteve presente nas eliminações das duas nações --a Inglaterra perdeu para a Alemanha e Estados Unidos foram derrotados por Gana.

"A culpa não foi do Dunga, nem do Felipe Melo, e sim do Mick Jagger que tava torcendo para o Brasil e zicou tudo", dizia um dos usuários do twitter.

Nesta sexta-feira, Mick Jagger foi ao estádio acompanhado de Lucas, filho do cantor com a brasileira Luciana Gimenez. Antes da partida, a apresentadora defendeu a presença de Jagger no estádio, e disse que o Brasil venceria por Lucas ser pé quente.

Deixe seu Comentário

Leia Também

HOMICIDIO X SUICÍDIO
Marido mata esposa e tira própria vida; criança de 3 anos pede socorro a vizinho
NEGLIGÊNCIA
Criança de 2 anos ao volante mata prima de 3 anos atropelada
CARROS SEMINOVOS
Como fazer uma boa escolha de veículos seminovos
LUTO NA TV
Ator Luis Gustavo morre aos 87 anos, vítima de câncer
EM DECLINIO
Covid-19: Brasil registra 21,2 milhões de casos e 590,7 mil mortes
TSUNAMI NO BRASIL?
Brasil pode ser atingido por tsunami; entenda
SERPENTE
Rapaz de 18 anos é atacado por jararaca durante pescaria
TRIBUNAL DO CRIME
Traficantes enterram mulher viva para vingar denúncia
TEMPESTADE
Temporal derruba árvore sobre carros e deixa bairros no escuro
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas