Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 6 de maio de 2021
Busca
Brasil

TSE vai participar de eleições no Equador

13 Ago 2004 - 07h48
O Tribunal Superior Eleitoral vai emprestar ao Equador 700 urnas eletrônicas que serão utilizadas nas eleições municipais daquele país no dia 17 de outubro próximo. As urnas, pertencentes a Justiça Eleitoral de Minas Gerais, deverão ser transportadas hoje para Quito em um avião do governo equatoriano.

O envio das urnas foi feito através de um convênio de cooperação técnica entre a Organização dos Estados Americanos (OEA) e o governo brasileiro. O acordo prevê também o envio de técnicos da Justiça Eleitoral do Brasil, e de equipamentos para que os eleitores equatorianos possam conhecer o novo sistema e não tenham dificuldade na hora de votar.

As urnas já foram testadas anteriormente com sucesso nas eleições do Paraguai, do México e da Argentina.

No próximo ano, o TSE deverá enviar urnas eletrônicas para as eleições marcadas em Honduras e na Costa Rica.

Segundo o presidente do TSE, ministro Sepúlveda Pertence, o envio dessas urnas representa a participação do Brasil no desenvolvimento da democracia dos países latino-americanos. Na sua opinião, o sistema eletrônico de votação é o principal passo para solidificação do processo eleitoral no continente americano,já que esse sistema superou todas as fraudes no processo de votação.

Ao ressaltar o dever do TSE em cooperar com os demais países da América Latina, Pertence lembrou que o tribunal não tem nenhum interesse mercantil no empréstimo das urnas. "A não ser o da contribuição permanente para a consolidação da democracia."

Em abril passado, o ministro Sepúlveda Pertence viajou para Quito, onde reúniu-se com o presidente Lúcio Gutiérrez, com os juízes do Tribunal Supremo Eleitoral do Equador, com parlamentares, além de representantes de partidos políticos, sindicatos e da imprensa.

Durante o encontro, o ministro explicou todo o funcionamento das máquinas de votar e destacou a rapidez, a transparência e a segurança do sistema eletrônico.

Para as autoridades equatorianas o apoio do TSE vai assegurar a credibilidade do processo eleitoral em seu país.

 

TSE

Deixe seu Comentário

Leia Também

VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias
PÉSSIMA PROJEÇÃO
Covid-19: Brasil deve alcançar 575 mil mortes em 1º de agosto, diz instituto
SONHO INTERROMPIDO
Jovem perde noivo para a Covid-19 no dia do casamento: 'Nossos sonhos ficaram para trás'
PANDEMIA CORONAVIRUS
Triste número: Brasil ultrapassa 400 mil mortes por Covid-19
REVOLTA
Pastor zomba da fé dos indígenas Trukás que revoltados quebram templo em construção; veja o vídeo
VIOLAÇÃO
Vereador abre caixão para provar que idoso não morreu de covid; assista