Menu
SADER_FULL
quinta, 21 de outubro de 2021
Busca
Brasil

TSE nega liminar para barrar propaganda de Alckmin

24 Out 2006 - 13h45
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou a liminar pedida por Gilberto Carvalho, chefe do Gabinete Pessoal do candidato à reeleição Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que requeria a proibição da reapresentação de uma propaganda do candidato Geraldo Alckmin (PSDB). O material, que foi ao ar no último domingo, dizia que a polícia "quer chamar Gilberto Carvalho e José Dirceu para depor".

O juiz Ari Pargendler argumentou que "aparentemente os trechos destacados na petição inicial não contrariam a legislação eleitoral", e ordenou o prosseguimento do processo.

Carvalho havia alegado que o programa eleitoral foi "nitidamente calunioso, difamatório, injurioso e sabidamente inverídico", com o objetivo de atingir a candidatura de Lula. Ele também alegou que é a parte legítima para requerer direito de resposta, pois foi atingido "de forma direta", além de da ofensa "se relacionar, exclusivamente, ao pleito presidencial de 2006".

De acordo com a representação do assessor presidencial, "não há qualquer intenção formalizada pela Polícia Federal em chamar o representante para depor em ralação ao dossiê".

 

 

Terra

Leia Também

VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ele nos amou primeiro
AUXILIO EMERGENCIAL
Presidente está de acordo a prorrogação do auxílio emergencial
TRAGICO ACIDENTE
Menino de 9 anos morre enforcado com corda de balanço