Menu
SADER_FULL
terça, 20 de abril de 2021
Busca
Brasil

TSE confirma candidatura de Beto Pereira em Terenos

29 Set 2004 - 09h53

O Tribunal Superior Eleitoral derrubou Recurso Especial, com o qual o PDT de Terenos pretendia impugnar a candidatura a prefeito de Beto Pereira (PMDB). Foi a sétima tentativa feita pelos aliados do atual Prefeito, Cláudio Paixão, para evitar a participação do candidato pemedebista na sucessão municipal.

O Relator deste último processo, Ministro Luiz Carlos Madeira, não chegou sequer mandar o assunto para o pleno do tribunal por entender que “descabe recurso especial contra decisão monocrática”. No jargão jurídico, monocrática é a decisão tomada pelo relator quando entende que o processo é tão claro que não é preciso discutir seus fundamentos com os demais membros do Tribunal.

O Ministro Madeira sustentou ainda que as alegações do recurso já tinham sido derrubadas pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral) em processo com trânsito em julgado, “não sendo possível a discussão de matéria alcançada pela coisa julgada”. Da decisão, não cabe nenhum outro recurso.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

VITIMA DA COVID 19
Vídeo: enfermeiro que receitava cloroquina se passando por médico morre de Covid-19
OS AMORES DO REI
Roberto Carlos teve três casamentos, paixões secretas e perdas em seus 80 anos
JUVENTUDE EM ALERTA
Covid: Variante acelera intubação de jovens e SP orienta procurar ajuda no 1º dia de sintomas
ATAQUE CANINO
Pit bull mata criança de 2 anos e deixa o irmão dela ferido
VIDEO CAPIVARA NA IGREJA
Capivara invade igreja: 'acho que ela veio rezar conosco', brinca Padre
BEBEDEIRA
Idoso conhece mulher, leva para casa é atacado a facadas
ROUBO DE CARGA
Três mil pessoas roubam carga de carne após carreta tombar e provocam novo acidente
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa credita 1ª parcela do Auxílio Emergencial nesta quinta para nascidos em maio
mulher carro beltrao 1 VIDEO
Mulher cai e fica ferida após ser flagrada em cima de carro em movimento
DESESPERADOR
Covid-19: Brasil registra 3.808 mortes em 24 horas