Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 19 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Três Lagoas: pai agride filha por não aceitar a sua opção sexual

31 Jan 2011 - 18h08Por Mídia Max

Uma jovem de 20 anos foi agredida pelo seu pai que não aceita o seu namoro homossexual. O caso aconteceu em Três Lagoas.

Segundo informações da vítima, ela tem um relacionamento amoroso com uma pessoa do mesmo sexo há mais de 2 anos, porém seu pai não aceita o namoro e, desde o ano passado, vem discutindo com ela.

O pai da vítima, de 44 anos, encontrou a filha e a namorada na rua e, quando a jovem chegou em casa, começou a agredi-la fisicamente. Além disso, ameaçou dar uma surra nela caso ela continuasse com o caso.

De acordo com a vítima, o seu pai já chegou a ir no emprego de sua namorada para falar mal dela.

Segundo a vítima, esta não é a primeira vez que isso acontece, e que o autor já foi até o serviço da namorada da vítima, onde falou mal perante várias pessoas. A outra parte do relacionamento não freqüenta a casa da vítima, e nem de seus parentes, e seus encontros amorosos são fora da residência e de seus pais.
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Na calada da noite, namorado da avó estupra criança de 12 anos e é espancado por vizinhos
CONCURSO PÚBLICO
Concurso da Aeronáutica somam com as 21 mil vagas em outros concursos que a semana oferece
DEU RUIM
Jovem é atingido por raio enquanto usava celular no banheiro
PROVA DO ENEM
Confira as medidas de segurança durante a prova do Enem
SAIU O EDITAL
Com salário de até R$ 23,6 mil, Polícia Federal abre inscrição em concurso no dia 22
DESESPERO EM MANAUS
Médicos e familiares de pacientes descrevem colapso com falta de oxigênio em Manaus; leia relatos
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa libera saque da última parcela do auxílio emergencial a aniversariantes em julho
HORROR NA NOITE
Crianças são encontradas chorando ao lado de corpos de pais assassinados
DOR E DESCASO
Filho é obrigado abrir cova para enterrar próprio pai por não encontrar coveiro em cemitério
SEUS DIREITOS
Trabalhador afastado por Covid-19 tem direito a auxílio-doença do INSS