Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 3 de março de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Três afogamentos em menos de 24 horas

11 Jan 2011 - 05h40Por Dourados Agora

A polícia registrou mais três afogamentos em menos de 24 horas na região Sul do Estado. Um na manhã de ontem, em Dourados e outros dois na tarde de domingo, no município de Mundo Novo.

Mergulhadores do 2º Grupamento de Bombeiros Militar, de Dourados se deslocaram ontem de manhã, para um pesqueiro de Dourados onde um corpo foi encontrado.

No local a perícia constatou que o jovem Douglas Batista do Prado, de 18 anos, morador numa chácara perto do pes-queiro, morreu afogado num tanque nos fundos do pesqueiro, localizado às margens da BR-163, na saída para Campo Grande.

Segundo informações de testemunhas, à polícia, ele pescava em companhia de amigos quando resolveu nadar e acabou sumindo nas águas. O grupo teria entrado de madrugada, no pesqueiro, sem autorização. Mundo Novo

Os irmãos Áureo Joel de Aquino, 40, e Julio Leandro de Aquino, 32, morreram afogados no rio Paraná, em Mundo Novo, na tarde de ontem. Por volta das 15h30. Júlio começou a debater-se na água, o irmão tentou salvá-lo e ambos morreram. Conforme noticiou o Campograndenews, na hora em que ocorreu o acidente, havia cerca de 500 pessoas no local. O corpo de Áureo foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros e de Júlio continua sendo procurado. Conforme orientações, salvar pessoa em água requer habilidade. Se não for o caso, é melhor jogar um colete salva vida, um galho ou corda e puxar a pessoa.

O Corpo de Bombeiros alerta a população para que tenha mais cuidado durante banhos em rios, lagos e piscinas neste feriado prolongado para evitar riscos de afogamento. De acordo com o resultado parcial informado pela assessoria de comunicação dos Bombeiros, foram registradas 39 mortes por afogamento desde janeiro deste ano até agora em todo o Estado. Na Capital foram quatro ocorrências. Ano passado houve 53 mortes sendo 43 óbitos no interior e dez em Campo Grande.

De acordo com os bombeiros, os locais considerados mais perigosos para banhos são os rios Taquari, na região de Co-xim, o rio Aquidauana e o rio Paraguai, principalmente na região de Corumbá. Nestas áreas são mais frequentes as ocor-rências de afogamento, por isso são consideradas regiões perigosas. Dicas de segurança

Para se divertir em piscinas sem grandes preocupações a dica dos bombeiros é que as pessoas utilizem apenas clubes com o certificado de vistoria regularizado e em dia. A certificação tem validade de um ano. Outro cuidado a ser observado é a presença de pelo menos dois salva-vidas a cada 500 metros quadrados de água - exigência prevista na legislação. É desaconselhável nadar sozinho porque pode acontecer alguma cãibra ou cansaço que provoque perda de força e, consequentemente, o afogamento.

Em rios o risco é maior por causa da força da correnteza e também pela profundidade. A dica é que crianças entrem só em rios rasos e acompanhados de responsáveis maiores de idade e que saibam nadar. Os pequenos também devem estar equipados com bóias ou flutuadores que garantam ainda mais a segurança. Também é importante não sair das margens do rio, onde é mais seguro.

Brincadeiras como “caldos”, “trotes” ou “saltos” devem ser evitadas porque a profundidade de um rio ou de uma piscina pode ser pequena e saltos podem machucar ou contribuir para um possível afogamento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

100 TRÉGUA
Brasil registra 1.726 mortes em 24 horas e bate novo recorde na pandemia; total chega a 257,5 mil
EXECUÇÃO NA MADRUGADA
Dona de bar é degolada e corpo encontrado nos fundos do estabelecimento
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Filho de fazendeiro reclama de dor anal e mãe descobre estupro cometido por funcionário
BOA NOTICIA
Governo zera PIS e Cofins do diesel e do gás de cozinha
RIGOR DA LEI
Cidade vai multar em até R$ 60 mil quem descumprir decreto de combate ao Covid-19
PANDEMIA 100 FIM
Brasil tem 30.484 mortes por Covid-19 em fevereiro, 2º maior número em toda a pandemia
charge_gasolina 100 TRÉGUA
Facada: Petrobras anuncia novo aumento nos preços da gasolina e diesel
CARCERE PRIVADO
Homem é preso por cárcere privado e violência doméstica após mulher pedir socorro com foto nas redes
NOVO AUXILIO
Presidente afirma Auxílio emergencial deve voltar em março, com parcelas de R$ 250
ALERTA EPIDEMIOLÓGICO
Covid-19: Brasil registra 1.541 mortes em 24 horas