Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 25 de janeiro de 2021
Busca
ASSEMBLEIA

TRE deve decidir que vaga de Marun é da coligação, revela André

RINALDO É DEPUTADO

22 Fev 2011 - 16h00Por Willams Araújo

O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) de Mato Grosso do Sul deve decidir que a vaga do deputado estadual Carlos Marun (PMDB) pertence ao suplente da coligação “Amor, Trabalho e Fé” que reelegeu o governador André Puccinelli (PMDB) nas eleições de outubro de 2010.

Nesse caso, quem deve ocupar a cadeira de Marun, que entrou com pedido de licença nesta terça-feira para assumir a Secretária de Habitação do Estado, é o suplente Professor Rinaldo (PSDB).  

A informação foi antecipada pelo próprio governador após o ato de entrega da licença de instalação da fábrica de fertilizantes da Petrobrás no município de Três Lagoas.

A queda de braço pela vaga na Assembleia Legislativa está sendo travada por Rinaldo e Youssif Domingos (PMDB) alegando interpretações jurídicas distintas em relação a quem cabe a indicação: ao PMDB ou a coligação, no caso o PSDB.

Em entrevista   à imprensa, André Puccinelli disse ter conhecimento de que o TRE, em resposta a consulta formulada pela Assembleia, sinalizou que o suplente a ser empossado é o tucano Rinaldo.

Pelo menos aparentemente, o governador demonstrou indiferença em relação ao substituto de Marun.

“Eu sei que o TRE, em resposta à Assembleia, disse que o suplente a ser chamado é o Professor Rinaldo. O PMDB, como partido, não vai brigar entre dois irmãos, se questionamentos houver, irão ocorrer por parte do ex-deputado Youssif Domingos, mas os dois são nossos companheiros, irmãos, fraternos filhos”, pregou.

Independente de quem seja o substituto, a base aliada do governador na Assembleia não sofrerá alterações, mesmo o PMDB perdendo uma vaga para o aliado PSDB.

Nesse caso, o PMDB ficaria com cinco representantes na Casa – Jerson Domingos, Eduardo Rocha, Junior Mochi, Marquinhos Trad e Maurício Picarelli, enquanto o PSDB, com 4 – Rinaldo, Onevan de Matos, Dione Hashioka e Márcio Monteiro.

Segundo o governador, a nomeação de Marun será publicada no Diário Oficial do Estado na próxima segunda-feira (28). “Em primeiro de março ele estará atuando”, garantiu.

DECISÃO

O ministro Marco Aurélio de Melo, do STF (Supremo Tribunal Federal), determinou nesta segunda-feira que a Mesa da Câmara dos Deputados observe o partido, e não a coligação, para empossar suplente em razão do afastamento do deputado Danilo Cabral (PSB-PE), que assumiu a Secretaria das Cidades no governo de Pernambuco.

O mandado de segurança que garantiu a liminar no STF foi impetrado por Severino de Souza Silva, que é filiado ao PSB e integrou a coligação Frente Popular de Pernambuco, composta por nove legendas para disputar as eleições de 2010.

Severino informa que figura como terceiro na ordem de suplência, mas, excluindo-se os candidatos filiados a outros partidos, passa a figurar como primeiro suplente, com direito à posse na vaga do deputado licenciado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GANGUE DO TIJOLO
Menores entre 13 e 17 anos formam bando e fazem 'arrastão'; veja vídeo
LUZ DO DIA
Empresário é executado com três tiros dentro de carro
SELFIE DA MORTE
Professora tenta tirar selfie e morre afogada ao cair no mar
tratamento precoce prefeito curitiba 100 TRATAMENTO
"Estão no Cemitério", diz prefeito de Curitiba sobre pessoas que usaram tratamento precoce Covid-19
A CASA CAIU
Mulher invade casa e flagra namorado fazendo sexo com outra; veja vídeo
LINHA DE FRENTE
'Ele lutou até o final', diz irmã de médico de 28 anos, após quase um mês morreu de Covid-19
SEU BOLSO
Litro da gasolina sobe R$ 0,15 nas refinarias da Petrobras
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Na calada da noite, namorado da avó estupra criança de 12 anos e é espancado por vizinhos
CONCURSO PÚBLICO
Concurso da Aeronáutica somam com as 21 mil vagas em outros concursos que a semana oferece
DEU RUIM
Jovem é atingido por raio enquanto usava celular no banheiro