Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 21 de outubro de 2020
SADER_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

Trabalhador têm até hoje para sacar o abono do PIS

30 Jun 2010 - 08h26Por Dourados News

Trabalhadores que ainda não sacaram o abono do PIS (Programa de Integração Social), no valor de R$ 510, têm até hoje, dia 30 deste junho, para efetuar o saque. De acordo com a Caixa Econômica Federal, cerca 615 mil pessoas ainda não foram receber o abono.

Tem direito ao abono o trabalhador cadastrado no PIS ou Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) até 2004, que tenha trabalhado pelo menos 30 dias consecutivos, ou não, no ano de 2008, com carteira assinada. É necessário que o trabalhador tenha recebido até dois salários mínimos mensais.

O banco já efetuou o pagamento para 13,9 milhões de trabalhadores, em um volume de R$ 6,4 bilhões, durante o ano 2009/2010. Aqueles que ainda não retiraram o abono podem retirar com o Cartão do Cidadão com senha em qualquer máquina de autoatendimento, casas lotéricas e nos correspondentes bancários da Caixa.

O abono é pago com os recursos do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador) e a gestão do programa é feita pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL - 154.176 MORTES
Covid-19: Brasil tem mais 271 óbitos e 15.383 novos casos em 24h
TRAGÉDIA NA CIDADE
Acidente entre trem e e micro-ônibus deixa uma mulher morta e feridos
VEJA VIDEO
Índio precisa buscar socorro a cavalo após ataque de onça
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Filha de 9 anos flagra pai estuprando menina de 5 na lateral da casa
AUXILIO POPULAÇÃO
Auxílio emergencial: 5,6 milhões de pessoas recebem nesta terça-feira
FAMOSIDADES
Luan Santana e Jade Magalhães terminam noivado de 12 anos
CORONAVIRUS NOS ANIMAIS
Gato é o primeiro animal no Brasil que testa positivo para o Coronavirus
ABSURDO
Enfermeiros, fisioterapeuta e médico são afastados após denúncia de estupro na UTI
BRASIL - 153.905 MORTES
Brasil registra 10,9 mil novos casos de covid-19 em 24 horas
AUXILIO EMERGENCIAL
Caixa paga hoje auxílio emergencial de R$ 300 a 1,6 milhão do Bolsa Família