Menu
SADER_FULL
quinta, 22 de outubro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

TJMS mantém pagamento de perícia por parte do Estado

22 Jun 2010 - 14h20Por TJ MS

A 4ª Turma Cível, na sessão desta terça-feira (11), por unanimidade e com o parecer da Procuradoria-Geral de Justiça, negou provimento ao agravo retido e ao recurso principal, interposto pelo Estado de MS, nos termos do voto do relator. Uma dona de casa ingressou com ação de interdição (curatela) com pedido de antecipação dos efeitos da tutela pretendida em face de sua filha, que tem 38 anos e é portadora de síndrome de down.

Até o momento a autora não havia necessitado de curatela, pois vive sob os cuidados da mãe que fez uma poupança em seu nome. Em ação de cobrança que ingressou visando reaver os expurgos inflacionários derivados de planos econômicos que incidiram sobre a poupança, o Ministério Público Estadual determinou que fosse feito um termo de curatela para regularizar sua representação processual.

Em 1º grau foi decretada a interdição e o Estado de Mato Grosso do Sul, como terceiro interessado a quem foi determinado o pagamento de perícia judicial que atestou a incapacidade da interditada, interpôs recurso de apelação alegando que o juiz isentou a autora do pagamento de custas processuais.

O relator do processo , Des. Paschoal Carmello Leandro, informou que o pedido de perícia foi feito pela parte autora, que é beneficiária da assistência judiciária gratuita, o que não transfere à parte contrária o encargo que não requereu, cabendo ao Estado essa responsabilidade, a quem incumbe prestar assistência judiciária aos necessitados e garantir o acesso à Justiça.

Quanto à redução dos honorários periciais, o relator ressaltou que o Provimento nº 05/2006, da Corregedoria-Geral de Justiça, define que o valor deve ser fixado em consonância com a natureza da causa, pois requer do perito, além de graduação necessária, especialidade e conhecimentos acurados para se chegar a um prognóstico, para definir a capacidade do indivíduo submetido à análise, auxiliando na conclusão judicial. “É algo extremamente sério e complexo”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORONAVIRUS
Morre voluntário brasileiro que participava de testes da vacina de Oxford
MORTE SUBITA
Idoso morre em voo de Cuiabá para SP; avião faz pouso de emergência
BRASIL - 154.176 MORTES
Covid-19: Brasil tem mais 271 óbitos e 15.383 novos casos em 24h
TRAGÉDIA NA CIDADE
Acidente entre trem e e micro-ônibus deixa uma mulher morta e feridos
VEJA VIDEO
Índio precisa buscar socorro a cavalo após ataque de onça
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Filha de 9 anos flagra pai estuprando menina de 5 na lateral da casa
AUXILIO POPULAÇÃO
Auxílio emergencial: 5,6 milhões de pessoas recebem nesta terça-feira
FAMOSIDADES
Luan Santana e Jade Magalhães terminam noivado de 12 anos
CORONAVIRUS NOS ANIMAIS
Gato é o primeiro animal no Brasil que testa positivo para o Coronavirus
ABSURDO
Enfermeiros, fisioterapeuta e médico são afastados após denúncia de estupro na UTI