Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 27 de outubro de 2020
SADER_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

Telefónica amplia prazo de oferta pela Vivo

30 Jun 2010 - 17h06Por Terra
A Telefónica ampliou hoje até 16 de julho o prazo para que a Portugal Telecom (PT) aceite sua oferta de 7,1 bilhões de euros (mais de US$ 8,79 bilhões) por 50% da empresa Brasilcel, por meio da qual controlam conjuntamente 60% da brasileira Vivo.

Em comunicado, a Telefónica qualifica de "ilegal" o veto do Governo português à venda da Vivo que aconteceu após a decisão da junta de acionistas da PT de aceitar a oferta da multinacional espanhola.

A Comissão Europeia (CE) também qualificou hoje de "ilegal" a utilização da "ação de ouro" que o Governo português tem na operadora de telecomunicações lusa.

Bruxelas denunciou a PT em 2008 por utilizar esta "ação de ouro" e o Tribunal Europeu de Luxemburgo ditará sua sentença no dia 8 de julho.

Espera-se que esta sentença seja contrária ao Governo luso, já que neste sentido se pronunciou o advogado geral do tribunal.

A Telefónica considera que a utilização do veto do Governo português vulnera o direito desse país, o direito comunitário e, em particular, o artigo 56 do tratado da Comissão Europeia.

Lembra que o próprio conselho de administração da PT manifestou que é improcedente a utilização do veto pelo Governo português.

As ações da Telefónica se revalorizaram hoje na Bolsa de Madri após o anúncio do aumento de sua oferta pela Vivo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BARBÁRIE
Marido mata mulher a facadas dentro de casa durante almoço de domingo
CAPOTAMENTO
Carro capota várias vezes ao fazer curva na MT-412 e mata fotógrafo
BRASIL - 157.134 MORTES
Brasil acumula 5,3 milhões de casos e 157 mil mortes por covid-19
AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga 2ª parcela de R$ 300 da extensão do auxílio emergencial
SIM A VIDA
Brasil se une a Egito, Indonésia, Uganda, Hungria e EUA em declaração contra o aborto
Invasão em residência acaba morador morto por tiro acidental TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem mata o próprio irmão ao atirar em invasor de residência
GUERRA DA VACINA
Bolsonaro diz que não comprará vacina chinesa, mesmo se aprovada pela Anvisa
Motorista da carreta diz que ainda tentou desviar, mas não conseguiu DOENÇA DO SÉCULO
Menor pega carro escondido, joga contra carreta e morre na hora
BRASIL - 155.403 MORTES
Covid-19: Brasil tem 24.818 novos casos em 24 horas
AJUDA
Caixa Econômica paga auxílio emergencial para 5,2 milhões de beneficiários