Menu
SADER_FULL
quarta, 12 de agosto de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
BANNER ECO TOUR
Brasil

Teixeira diz que nenhum estádio do País está apto para a Copa

25 Abr 2007 - 09h41
 

O presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, disse onte à tarde na Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul, que nenhum estádio do País tem condições atualmente de receber jogos de uma Copa do Mundo. O cartola veio ao Estado para fazer a entrega ao governo do Estado, Assembléia Legislativa, Federação de Futebol (FFMS) e prefeitura da Capital, do Caderno de Encargos da FIFA, para o Mundial de 2014, que o Brasil como candidato único para sediá-lo.

Com a entrega do Caderno de Encargos, Mato Grosso do Sul entra no rol das cidades que postulam ser uma sede ou sub-sede da Copa do Mundo de 2014. As cidades que poderiam receber as partidas, seriam Campo Grande, com o Estádio Morenão, que tem capacidade para 45 mil pessoas, e Dourados, com o Estádio Dourados, que tem condições de receber até 30 mil torcedores.

Teixeira disse que Mato Grosso do Sul tem todo o direito de pleitear uma sede ou sub-sede do Mundial, e lembrou que várias questões serão analisadas pelas FIFA para a escolha das cidades que receberão os jogos do Mundial. “Será analisada a questão do turismo, da infra-estrutura dos estádios, a rede hoteleira, telecomunicações, transportes”, disse ele, completando que até novembro a entidade máxima do futebol define o País que sediará o mundial, e que depois existe um prazo de mais um ano e meio para a definição das sedes e sub-sedes locais.

O presidente da CBF deixou a entender ainda que se o Estado não receber uma sede ou sub-sede da Copa, pode vir a receber jogos da Seleção Brasileira, seja em partidas amistosas, das eliminatórias da Copa ou preparatórias para a Copa.

Força-tarefa

Uma verdadeira força-tarefa foi montada para recepcionar o presidente da CBF em Mato Grosso do Sul. Participaram diretamente o presidente da Assembléia, Jérson Domingos (PMDB), o prefeito Nelson Trad Filho (PMDB), o vice-governador Murilo Zauith (DEM), o presidente da Câmara da Capital, Edil Albuquerque, e o presidente da FFMS, Francisco Cezário de Oliveira.

Jérson disse que toda a sociedade sul-mato-grossense não medirá esforços para que o Estado receba algumas partidas do Mundial, enquanto que Zauith prometeu empenho do governo do Estado para tornar viável o projeto. O vice-governador aproveitou para lembrar que serão poucas cidades do País que terão o privilégio de sediar jogos da Copa, e que com o empenho de todos o ‘sonho’ se concretizará.

Homenagem

Pouco antes de entregar o Caderno de Encargos ao presidente da Assembléia e ao vice-governador, o presidente da CBF recebeu do presidente da Câmara e do vereador Vanderlei Cabeludo (PMDB) a medalha do mérito legislativo municipal, pelo trabalho em prol do desenvolvimento do futebol no País.

 

 

TV Morena

Deixe seu Comentário

Leia Também

FÁTIMA DO SUL - VAMOS ADOTAR UM PET
Oi eu sou a Maya!, você não quer me adotar?, veja como fazer a adoção pela ONG em Fátima do Sul
FATALIDADE
Adolescente morre após encostar em carregador que estava na tomada
BORA PRA BONITO - MS
Os 10 melhores passeios em Bonito, Mato Grosso do Sul
COVID-19
Em sessão remota, Eduardo Rocha pede um minuto de silêncio pelas mais de 100 mil mortes por covid-19
AUXILIO EMERGENCIAL
Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em julho nesta quarta-feira
HORÓSCOPO DO DIA
Horóscopo desta quarta-feira 12 de agosto de 2020
DEU RUIM - OZONIOTERAPIA
COVID: Deputada que apoia aplicação de ozônio no combate ao coronavírus é internada com covid-19
VÍTIMA CORONAVÍRUS
CORONAVÍRUS: Médica de 29 anos perde a vida para a covid-19 após ficar quase 30 dias da UTI
BRASIL - 102.034 MORTES
Brasil confirmou 102.034 mortes e contabiliza 3.068.138 infectados pela Covid-19.
SAÚDE
CLOROQUINA: Pacientes reumáticos que fazem uso de cloroquina não estão imunes ao coronavírus