Menu
SADER_FULL
segunda, 26 de julho de 2021
Busca
Brasil

Tecnologia comprova ganho de peso em bovinos de corte

1 Set 2010 - 09h55Por MS Notícias
Tudo que o produtor pecuarista de corte deseja é ter animais de boa qualidade que resultem em ótimos produtos para oferecer ao mercado. Com o objetivo de alcançar esses resultados, experimentos comprovaram que a utilização de aditivos promotores de crescimento no tratamento de bovinos de corte a pasto, aumentaram em até cerca de 20% o ganho de peso do animal.

De acordo com estudos da Embrapa Gado de Corte, os chamados ionóforos, aditivos utilizados na dieta de bovinos de corte para selecionar ou inibir o crescimento de microorganismos do rúmen, podem melhorar a eficiência do metabolismo de energia do animal.

Segundo informou a Pecpar Nutrição Animal, um experimento realizado pela empresa, comprovou na prática a eficácia do produto. O teste avaliou o desempenho de 90 novilhas num período de 171 dias (entre setembro de 2008 a fevereiro de 2009) com alternância de piquetes a cada 7 dias. O experimento realizou três tipos de tratamento: Sal Mineral Comum, Pecpar Fós Engorda e Pecpar Maxi Águas.

Na comparação dos tratamentos, o teste mostrou que o uso dos produtos Pecpar Fós Engorda e Pecpar Maxi Águas, que possuem inóforos em sua composição, proporcionaram aumento no ganho de peso de 11% e 19,8% respectivamente (11,3 kg e 20,4 kg no período), quando comparados a um tratamento com apenas sal mineral comum, sem o aditivo promotor de crescimento. O experimento mostrou ainda que o tratamento com os produtos Pecpar Fós Engorda e Pecpar Maxi Águas resultaram em aumento da lucratividade.

Redução de patologias e distúrbios


Segundo o estudo da Embrapa, os ionóforos são capazes de alterar os tipos de ácidos graxos voláteis produzidos no rúmen e diminuir a energia perdida durante a fermentação do alimento. Com isso, há um aumento no desempenho animal resultante de maior retenção de energia durante a fermentação ruminal. Os ionóforos podem ainda reduzir a incidência de patologias como a coccidiose e de distúrbiuos metabólicos como acidose e timpanismo.


Apesar de a técnica já ter sido testada e comprovada, ainda há resistência por parte de alguns pecuaristas na utilização de ionóforos na dieta de bovinos. Segundo Rafael Mendes, proprietário da Pecpar Nutrição Animal, situada em Dourados/MS, isso se deve à falta de conhecimento sobre a tecnologia. “A falta de informação sobre a eficiência do produto é o que dificulta o uso dele”, diz. Segundo ele, há no mercado diversos produtos com o propósito de promotor de crescimento, mas que “não possuem embasamento científico”, alerta.


Atuante nos mercados de Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná, Mato Grosso e Paraguai, a Pecpar oferece ao mercado toda uma linha de produtos que além de ser composta por sais minerais e proteicose energéticos, possui o aditivo promotor de crescimento com eficácia comprovada cientificamente. Fonte: Graziela Reis.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVID 19 NO BRASIL
Brasil registra 19,68 milhões de casos de covid-19 e 549,92 mil mortes
Foto: Mycchel Legnaghi - São Joaquim online PREVISÃO DO TEMPO
Maior frio do ano? Temperaturas negativas, geada e até neve!
TRABALHO ESCRAVO
Aliciamento de crianças: família de líderes religiosos é presa em operação da polícia
ATO OBSCENO
Homem é detido após entrar nu em culto evangélico
TRAIÇÃO
Vídeo: Mulher flagra marido com travesti dentro do carro e 'pancadaria come solta'
COVID 19 NO BRASIL
Brasil tem 1 órfão por covid a cada 5 minutos: 'Pensamos que crianças não são afetadas, mas sim
SELEÇÃO OLIMPICA
Brasil ameaça passeio em estreia contra a Alemanha, mas desperdiça chance de goleada histórica
TRAGÉDIA NO RIO
Barco vira com nove pessoas matando 3 crianças e 3 adultos
REVOLTA
Mulher tem parte do rosto destruído por ataque de pitbull sem coleira; assista
FLAGRA
Vigilante descobre traição e mata amante da esposa com 3 tiros