Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 15 de maio de 2021
Busca
Brasil

TCU começa a punir envolvidos em desvios do FAT

9 Ago 2004 - 10h03
Os responsáveis pelo suposto desvio de R$ 4,1 milhões do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) em Mato Grosso do Sul – apontado como o segundo maior do País – começam a ser julgados e punidos pelo Tribunal Contas da União (TCU). O plenário do tribunal julgou, na semana passada, três dos 53 processos instaurados em dezembro de 2003 para investigar irregularidades que teriam sido praticadas entre 1999 e 2000.

   Pela decisão do TCU, o ex-secretário de Trabalho Agamenon Rodrigues do Prado – que é citado em todos os processos – e o ex-superintendente de Qualificação Profissional José Luiz dos Reis, além de outros três servidores, terão que devolver um total de R$ 17.590,15. As condenações saem mais de três anos depois de o escândalo ter vindo à tona. As denúncias causaram a demissão de Prado e da então secretária de Comunicação, Sandra Recalde, cuja empresa foi apontada como uma das beneficiadas no esquema do desvio.

   

   A matéria completa você encontra no jornal Correio do Estado

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada