Menu
SADER_FULL
sexta, 5 de março de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Suspeito de matar ex-namorada em motel se entrega à polícia

31 Mai 2011 - 10h00Por Folha

O suspeito de matar a ex-namorada em um motel em Campo Grande, na zona oeste do Rio, se entregou na tarde de domingo (29) a policiais da Divisão de Homicídios, na Barra da Tijuca, também na zona oeste.

Segundo a polícia, a vítima foi encontrada morta com sinais de asfixia no quarto do motel no último dia 26.

Ainda de acordo com a polícia, o suspeito deixou um recado nos espelhos do quarto do motel dizendo que estava sendo traído para tentar acusar o atual namorado da vítima.

As câmeras do circuito interno de segurança no motel, que fica na estrada do Mendanha, a principal de Campo Grande, mostram que, às 18h30 do dia 25, o casal chega ao motel de moto.

Quase duas horas depois, o suspeito sai do quarto sozinho e vai embora a pé, olhando para os lados.

A polícia informou que suspeito confessou o crime na delegacia e disse que teria agido por vingança por não se conformar com o fim do relacionamento que teria durado 3 anos.

A Folha tentou contato com o advogado do acusado, mas ele não foi localizado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIOLENCIA DOMESTICA
Vítima de violência doméstica escreve bilhete com pedido SOS em agência bancária: 'Ele tá ai fora'
ALERTA AO CPF
Confira se o seu CPF foi usado de maneira IRREGULAR por desconhecidos
VAMOS PREVENIR
Igreja Adventista vota documento com orientações sobre cultos e reuniões
ALERTA AOS JOVENS
O que está por trás da alta das internações de jovens com covid
BRASIL EM PÂNICO
Brasil tem novo recorde de mortes por covid em 24 horas: 1.910
100 TRÉGUA
Brasil registra 1.726 mortes em 24 horas e bate novo recorde na pandemia; total chega a 257,5 mil
EXECUÇÃO NA MADRUGADA
Dona de bar é degolada e corpo encontrado nos fundos do estabelecimento
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Filho de fazendeiro reclama de dor anal e mãe descobre estupro cometido por funcionário
BOA NOTICIA
Governo zera PIS e Cofins do diesel e do gás de cozinha
RIGOR DA LEI
Cidade vai multar em até R$ 60 mil quem descumprir decreto de combate ao Covid-19