Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 26 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Suspeito de abusar de filha e ter 2 filhos com ela é preso no Maranhão

23 Fev 2011 - 14h40Por Terra

A polícia do Maranhão ouve na manhã desta quarta-feira um homem de 50 anos suspeito de abusar sexualmente da própria filha, com quem teria dois filhos. Raimundo Vicente Barbosa da Silva, 50 anos, foi preso na segunda-feira em Pirapemas, a 200 km de São Luís.

O suspeito é ouvido na delegacia de Itapecurum-mirim. "Aqui é a regional e tem mais segurança", afirma o delegado Leonardo Diniz, que ouviu a vítima na terça-feira. No depoimento, a filha de Barbosa da Silva, hoje com 26 anos, disse ser abusada sexualmente pelo pai desde os 12 anos de idade, relações de que teriam originado seus dois filhos, uma menina de 5 anos e um bebê de apenas 2 meses. Segundo a polícia, ela disse que a situação se prolongou porque tinha medo do pai.

A filha mais velha de Barbosa da Silva afirmou que foi abandonada pela mãe quando tinha 11 anos. Ela ficou com o pai e mais quatro irmãos, sendo duas meninas e dois meninos. Além das acusações de abuso sexual, Raimundo deve responder por manter a filha em cárcere privado. A polícia conclui investigações para comprovar a paternidade das crianças.

Cidade do Maranhão registra 18 prisões por abusos
Entre os casos semelhantes no Maranhão no último ano, o de maior repercussão foi o caso de Agostinho Bispo, que teve oito "filhos-netos" com duas filhas e foi assassinado no início do mês durante uma rebelião na delegacia de Pinheiro (MA), onde estava preso.

Quatro meses depois, foram concluídos cinco inquéritos que investigaram outros casos semelhantes, que resultaram na prisão de 18 pessoas, segundo dados da delegacia regional. Finalizada em maio do ano passado após seis meses de trabalho, a CPI da Pedofilia da Assembleia Legislativa do Estado, que não teve o relatório votado ainda por causa do período eleitoral, recebeu mais de 328 denúncias e investigou 34 casos, que resultaram em ao menos quatro prisões, até maio de 2010.

Segundo dados do relatório do Disque 100 (serviço de denúncia nacional do governo federal), entre janeiro e julho de 2010, o Maranhão registrou 1.298 denúncias de exploração infantil, ocupando o sétimo lugar no ranking nacional.

Segundo a conselheira tutelar da cidade de Pinheiro Rosane de Jesus Castro, o caso de Agostinho "abriu as portas" e a população começou a denunciar casos semelhantes que ocorriam há anos. "As portas se abriram. Antes, as pessoas tinham medo de denunciar. Hoje, a população criou coragem - pela repercussão nacional que ocaso de Agostinho teve. Agora a população liga e comparecem ao Conselho para fazer as denúncias".

Deixe seu Comentário

Leia Também

GANGUE DO TIJOLO
Menores entre 13 e 17 anos formam bando e fazem 'arrastão'; veja vídeo
LUZ DO DIA
Empresário é executado com três tiros dentro de carro
SELFIE DA MORTE
Professora tenta tirar selfie e morre afogada ao cair no mar
tratamento precoce prefeito curitiba 100 TRATAMENTO
"Estão no Cemitério", diz prefeito de Curitiba sobre pessoas que usaram tratamento precoce Covid-19
A CASA CAIU
Mulher invade casa e flagra namorado fazendo sexo com outra; veja vídeo
LINHA DE FRENTE
'Ele lutou até o final', diz irmã de médico de 28 anos, após quase um mês morreu de Covid-19
SEU BOLSO
Litro da gasolina sobe R$ 0,15 nas refinarias da Petrobras
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Na calada da noite, namorado da avó estupra criança de 12 anos e é espancado por vizinhos
CONCURSO PÚBLICO
Concurso da Aeronáutica somam com as 21 mil vagas em outros concursos que a semana oferece
DEU RUIM
Jovem é atingido por raio enquanto usava celular no banheiro