Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 25 de setembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Sul-mato-grossenses são presos com carga de cocaína no Ceará

5 Ago 2010 - 14h10Por Diário do Nordeste
Agentes da Polícia Federal apreenderam na manhã de ontem, no Posto da Polícia Rodoviária Federal do município de Russas, na BR 116, altura do quilômetro 160, aproximadamente 28 quilos de cocaína. Eram 27 pacotes com quase 28 quilos da droga, que seriam distribuídos na Região Metropolitana de Fortaleza, no Ceará. Três homens foram presos, o mineiro Edson Damasceno Ribeiro, 40 anos, natural de Juiz de Fora, e os sul mato-grossenses José Eurácio Maidana, do município de Jardins e Albenis Evangelista, de Corumbá.

A droga estava escondida no forro da porta, na lateral do veículo, um Ford Ka, de cor prata, placa HHE-6488, de Goiana, que era dirigido por Edson Damasceno. O veículo era comboiado por um Gol, de cor preta, placa HSX-7691, de Corumbá, Mato Grosso do Sul. O delegado titular da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), Glayston Araújo, disse na noite de ontem, em coletiva à Imprensa, que a Polícia Federal já tinha a informação de que essa droga viria para Fortaleza, só não tinha ideia exatamente de quando ela chegaria.

Os três homens foram autuados em flagrante por tráfico interestadual de drogas. O único que resolveu falar, Edson Damasceno, disse que “recebeu a droga em Uberlândia”, mas, de acordo com a Polícia Federal, a droga veio de Corumbá. Ele teria confessado que foi contratado por Albenis Evangelista, mais conhecido como “Cuca”. Para trazer a droga, ele receberia R$ 3 mil. Os outros dois envolvidos se limitaram a dizer que não sabiam porque estavam presos e que não tinham nada a ver com o ocorrido.

VALOR

Cada quilo da droga vale R$ 20 mil, conforme a Polícia. Como eram 28 quilos, a droga estava avaliada em cerca de R$ 560 mil. Isso no atacado, porque segundo o delegado, ela seria transformada em crack, podendo ser transformada em 40 a 50kg, ou até mesmo o dobro disso. E seria para abastecer diversos pontos de venda, em diferentes bairros de Fortaleza.


O delegado Glayston Araújo informou que há cerca de quatro meses a Polícia Federal já vinha investigando o grupo e, no decorrer das investigações, possivelmente mais pessoas serão presas. Ele acredita que os três homens presos ontem, teriam ligação com uma quadrilha desarticulada em março último. Na ocasião a Polícia Federal prendeu três homens que participavam de um laboratório de transformação de cocaína em crack, em um sítio no Pecém. Dois homens foram presos no sítio e um terceiro no bairro Passaré, em Fortaleza. Segundo o delegado, é justamente esse terceiro homem que tem ligação com o grupo preso ontem, em Russas.

Com o flagrante de ontem, a PF já apreendeu, somente este ano, aproximadamente 200 quilos de cocaína no Estado do Ceará. O número de maconha foi bem inferior, 13 quilos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Motorista registrou a travessia de uma jiboia na avenida Ayrton Senna, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. FORA DO HABITAT
VÍDEO: motorista flagra jiboia cruzando pista de avenida no RJ: 'olha isso'
Só queria que me entendessem sem preconceito! PRECONCEITO
Jovem é expulso de casa ao assumir namoro com mulher trans
Yan e um comparsa renderam mãe e filha na rua CRIMINOSO
Bandido morto pela PM arrancou família de carro e agrediu mulher uma semana antes
O diesel não sofreu reajuste. + ALTA
Gasolina sobe 4% nas refinarias, anuncia Petrobras
O total de mortes causadas por covid-19 chega a 138.108, um acréscimo de 0,6% sobre a soma de segunda Saúde
Covid-19: Brasil tem 33,5 mil novos casos e 836 mortes em 24 horas
HERANÇA PORTUGUESA
A herança portuguesa na vida cotidiana do Brasil
Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga nova parcela do auxílio emergencial para 5,6 milhões de pessoas
o maior programa de assistência aos mais pobres no Brasil e talvez um dos maiores do mundo PRESIDENTE NA ONU
Bolsonaro diz que brasileiros receberam mil dólares de auxílio
Imagem: Reprodução/Balanço Geral Londrina FUGA EM MASSA
Presos fogem de cadeia após surto de Covid-19
Material estava dentro de uma bexiga e enrolado com fita isolante PROFUNDEZAS DO CRIME
8 celulares e outros materiais são retirados do ânus de preso