Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 12 de maio de 2021
Busca
Brasil

Subseção da 0AB em Fátima do Sul é contra mudança no horário forense

18 Ago 2010 - 12h45Por Adélio Ferreira / Fátima News

A 15ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil de Fátima do Sul, que tem como presidente, o advogado, Omar Zakaria Suleiman, vem a público manifestar o seu desagravo e indignação com a intenção do Tribunal de Justiça do MS de alterar o horário de expediente forense e da jornada de trabalho de seus servidores, mesmo que temporariamente e em caráter experimental e emergencial, pelo período de seis meses.
           
A referida intenção vem de encontro aos anseios da sociedade que luta por uma melhor prestação jurisdicional.
          
A despeito das exposições de motivos que tentam justificar a aplicação dessa nova jornada de trabalho, o poder judiciário sul-mato-grossense ainda está longe de uma assistência informatizada digna aos seus usuários e servidores de um modo geral. Não há também espaço físico suficiente para a reunião de força tarefa. Faltam máquinas e até mesmo cadeiras.
          
Nas comarcas do interior, em sua maioria, ainda é necessário o deslocamento do advogado até o prédio do Fórum para análise processual
           
Os servidores farão jornada exaustiva de sete horas ininterruptas. E o quadro defasado, com certeza refletirão diretamente no seu desempenho e qualidade dos trabalhos, já que a busca incessante de metas do judiciário nacional, imposta pelo CNJ, faz com que este seja realizado de forma mecânica e apressada, isto é, sem a devida atenção. É notório a excessiva quantidade de trabalho existente nos cartórios.
           
Não cabe ao Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul fazer análise discricionária ao texto constitucional onde está expressamente determinado que o “expediente forense ficará aberto ao povo entre oito e dezoito horas”. A Constituição deve ser respeitada.
           
Deve-se buscar outros meios para conter os gastos. Prejudicar a população que busca a Justiça para a solução de litígios, não é o caminho.
           
O advogado Omar reitera o desagravo desta presente Subseção ante a intenção da modificação, pelo presidente do TJ/MS, do expediente forense a partir do mês de Setembro/2010. E espera serem atendidos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul