Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 12 de maio de 2021
Busca
Brasil

STJD tira 24 pontos do São Caetano pela morte de Serginho

7 Dez 2004 - 07h11
O São Caetano foi punido na madrugada desta terça pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) com a perda, em primeira instância, de 24 pontos no Campeonato Brasileiro, pela morte do zagueiro Serginho. O clube já anunciou que vai recorrer da decisão.

Em um julgamento que durou cerca de nove horas, o médico Paulo Forte foi suspenso do futebol por quatro anos e o presidente do clube, Nairo Ferreira de Souza, por dois. Além da perda de pontos, o São Caetano também sofrerá multa de R$ 50 mil, que podem ser doados à família de Serginho.

A decisão foi tomada por unanimidade pela comissão julgadora, formada por quatro analistas. A decisão é em primeira instância. O São Caetano tem até 72 horas para recorrer, e o julgamento definitivo deve ocorrer na próxima segunda-feira.

Em sua defesa, o São Caetano levou três testemunhas: dois médicos e o jogador da equipe Lúcio Flávio.

O julgamento teve início por volta das 18h, na sede do STJD, no Rio de Janeiro, e se estendeu até por volta das 2h30, com depoimentos de todos os envolvidos no caso.

Paulo Forte disse que não foi comunicado pelo Incor-SP de que Serginho corria risco de morrer se continuasse jogando futebol. Os médicos do hospital teriam chegado a essa conclusão após exames realizados pelo zagueiro em fevereiro e alegam que informaram todos os riscos aos responsáveis, inclusive ao próprio atleta.

A morte do zagueiro Serginho também está sendo julgada criminalmente. As investigações já foram concluídas, e Nairo Ferreira e Paulo Forte podem ser indiciados por homicídio doloso (com intenção).

 

 

Terra Redação 

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias