Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 6 de junho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

STF deve julgar Maluf por dinheiro depositado no exterior

20 Mai 2010 - 07h00Por Redação Terra

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve julgar, em data ainda não definida, o deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) e sua mulher, Sylvia Lutfalla Maluf, acusados de manterem ilegalmente dinheiro depositado em bancos no exterior. A decisão do ministro Ricardo Lewandowski é relativa A ação penal sobre operações financeiras do ex-governador de São Paulo na França, que tramita sob segredo de Justiça. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.
Lewandowski submeterá ao plenário a acusação de crime contra o sistema financeiro nacional, que prevê pena de 2 a 6 anos de prisão e multa. A denúncia original contra Maluf, datada de 2006, acusava o político de lavagem de dinheiro, um delito mais grave. A mudança foi motivada, segundo o ministro, pelo fato de a acusação original não oferecer evidências claras de lavagem de dinheiro. Entretanto, a denúncia identificava diversas contas correntes dos réus, no exterior, sem comunicação às autoridades. O deputado federal nega as acusações.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Concurso federal com salário de até R$ 6 mil encerra inscrições nesta sexta-feira
100 ANUNCIOS
Covid-19: Bolsonaro ordenou atrasar boletins para não passar em telejornais
AUXILIO EMERGENCIAL
Veja se o seu CPF foi usado e como denunciar a fraude
3º EM NÚMERO DE VÍTIMAS
Com recordes seguidos, Brasil passa dos 34 mil mortos por coronavirus
COVID-19
Micro e pequenas empresas terão acesso a crédito facilitado
VÍDEO - CAPIVARA BOA DE MERGULHO
Capivara boa de mergulho é flagrada em rio de MS, assista
CASO DE POLÍCIA
Patroa é presa sob suspeita de homicídio culposo após filho de empregada cair do 9º andar
LUTA PELA VIDA
Cantora gospel que morreu por coronavírus, fez vaquinha para pagar tratamento
ELEIÇÕES 2020
Vai ter eleição, TSE autoriza convenções partidárias virtuais para eleição deste ano
BOA NOTICIA
Auxílio emergencial deve ser estendido em mais duas parcelas de R$ 300