Menu
SADER_FULL
segunda, 25 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Soja deve perder 230 mil hectares na próxima safra

6 Out 2006 - 08h39
A área a ser plantada com soja nos próximos meses, em Mato Grosso do Sul, deverá ficar entre 1.688.800 e 1.727.200 hectares, segundo estimativas da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o que aponta redução de 10% a 12% no plantio da cultura no Estado na comparação com os 1.919.100 hectares cultivados com a oleaginosa na safra 2005/06.

Os dados do primeiro levantamento de intenção de plantio da safra de grãos 2006/2007, divulgados ontem pela Conab, sinalizam que a sojicultura sul-mato-grossense – que já chegou a cultivar mais de dois milhões de hectares nas safras passadas – possa retroceder à casa de 1,6 milhão de hectares plantados na próxima safra, desincorporando cerca de 230 mil hectares em apenas um ano.
Ainda que o endividamento e a consequente dificuldade enfrentada pelos produtores para acessar os créditos para o plantio da próxima safra provoquem a retração na área cultivada com soja em MS, a estimativa é de que a produção estadual do grão cresça de 2,3% a 4,6%, impulsionada pela tendência de melhor produtividade da oleaginosa em função das previsões de melhores condições climáticas.
A Conab prevê que cada hectare possa render 2.650 quilos de soja na safra 2006/07, enquanto na última colheita a produtividade alcançada foi de 2.280 quilos por hectare; ou seja, alta de 16,2% na próxima safra. O maior rendimento deverá garantir que a produção estadual se mantenha entre 4,4 milhões e 4,5 milhões de toneladas de soja. Na safra 2005/2006, os sojicultores sul-mato-grossenses colheram 4,3 milhões de toneladas do grão.
Em todo o Brasil, a Conab estima que serão cultivados entre 20,5 milhões e 21,1 milhões de hectares de soja, que representarão redução de 5,1% a 7,6% em relação à safra passada. A retração pode retirar de 1,1 milhão a 1,6 milhão de hectares do cultivo da soja em todo o País devido, principalmente, ao endividamento do produtor rural nas três últimas safras.
Mesmo com a redução na área plantada, a produção deverá variar entre 53,5 milhões e 55,0 milhões de toneladas, o que, considerando a última hipótese, representará aumento de 3% em relação à produção da safra 2005/06. A estabilidade na produção ocorre porque os produtores optaram por plantar nas áreas mais produtivas e devem alcançar melhores produtividades.

Safra nacional

De acordo com a intenção de plantio da safra nacional de grãos 2006/07, o Brasil vai colher entre 117,7 milhões e 120,6 milhões de toneladas, considerando todas as culturas pesquisadas pela Conab. A estimativa sinaliza que a produção nacional de grãos pode superar a safra passada (119,9 milhões de toneladas) em 0,6%, mas pode oscilar para baixo, ficando 1,8% inferior.

A área plantada com grãos em todo o País deverá sofrer retração em relação à safra anterior, oscilando de 47,3 milhões de hectares para o intervalo entre 44,7 milhões e 45,7 milhões/ha; ou seja, a queda na área deverá variar de 5,3% a 3,3%. No cenário nacional, segundo a Conab, haverá diminuição na área das culturas de soja, milho 1ª safra e trigo.

 
 
Sul News

Leia Também

LIÇÕES DA BÍBLIA
Circuncidem seu coração
OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA