Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 16 de junho de 2021
Busca
Brasil

Soja continua lider no ranking de exportações

6 Mar 2010 - 11h38Por Agência Estado
A soja deve continuar como o principal produto de exportação brasileira daqui a 10 anos, segundo estimativa apresentada ontem pelo Ministério da Agricultura. Nesse período, no entanto, espera-se um incremento de 37,2% nas vendas, passando de 27,60 milhões de toneladas na safra 2008/2009 para 37,870 milhões de toneladas no ciclo 2019/2020.
O coordenador-geral de Planejamento Estratégico do Ministério da Agricultura, José Garcia Gasques afirmou, porém, que a estimativa de crescimento para daqui a 10 anos foi afetada negativamente em função dos impactos da crise financeira internacional. "Este porcentual de crescimento poderia ser maior", assegurou. Para ele, mais da metade da expansão da área de soja plantada no Brasil nos próximos 10 anos, o que deve significar um incremento de 2,5 milhões de hectares, deve ocorrer no Estado de Mato Grosso.
Além da soja, devem apresentar aumento nas exportações o açúcar (passando de 21,14 milhões de toneladas para 32,20 milhões de toneladas, um aumento de 52,3%), etanol (de 4,68 bilhões de litros para 15,12 bilhões de litros - expansão de 223%), farelo de soja (de 12,3 milhões de toneladas para 13,64 milhões de toneladas, aceleração de 10,9%) e celulose (de 7,04 milhões de toneladas para 11,08 milhões de toneladas, crescimento de 57,39%).
No caso do milho, a exportação deve passar de 7 milhões de toneladas para 12,62 milhões de toneladas, um acréscimo de 80,3% "Devemos nos manter como o segundo maior produtor mundial, mas a tendência é que fiquemos mais expressivos", disse Gasques, lembrando que os Estados Unidos deverão se manter na liderança.
"As exportações brasileiras podem crescer a um ritmo de 4%, 5% e até 6% ao ano", disse o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes. Ele apontou alguns produtos que devem apresentar "crescimento extraordinário" no período de 10 anos, além de açúcar e álcool, como carne bovina (de 1,690 milhão de toneladas para 3,090 milhões de toneladas, um aumento de 82,8%) e, em especial, aves (de 3,55 milhões de toneladas para 6,09 milhões de toneladas, acréscimo de 71,5%).
As projeções foram elaboradas pelo ministério a fim de obter alguma sinalização sobre o futuro. Elas foram confeccionadas com base em 23 produtos que praticamente totalizam a renda da produção agrícola. As estimativas apresentadas ontem, segundo Gasques, são as mais conservadoras obtidas nos estudos da Pasta. (AE).

Deixe seu Comentário

Leia Também

COPA X VIRUS
'Desse jeito, o vírus vai levantar a taça', diz deputado após 52 infectados na Copa América
FAMOSIDADES
Apresentador mostra fotos de viagens românticas com filha de Faustão e se declara
SEIS DIAS DE TERROR
Homem mata uma família e aterroriza moradores em seis dias de fuga deixando rastros de crimes
TRISTEZA E COMOÇÃO
Jovem engenheiro morre em acidente com moto e comove cidade
MUI AMIGO
Homem obriga mulher de amigo a fazer sexo oral e leva surra em delegacia
DOENÇA DO SÉCULO
Homem de 33 anos deixa carta de despedida e tenta pular de ponte
ABSURDO
Família registra boletim de ocorrência após vitima de covid ser sepultado em cemitério errado
ANTECIPAÇÃO
Governo antecipa pagamento de parcelas do auxílio emergencial
918d8b7fa56ee0a828ae4ad908fedeb3 ATENTADO AO PUDOR
Casal é flagrado fazendo sexo em plena praça pública no dia dos Namorados
TRAGEDIA NA RODOVIA
Jovem morre após desviar de buraco e cair com carro em córrego