Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 23 de setembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ZANZI
CARVÃO

Sindicato e governador discutem futuro do carvão no MS

27 Ago 2010 - 06h14

O Sindicarv (Sindicato das Indústrias e dos Produtores de Carvão Vegetal de Mato Grosso do Sul) participa na próxima segunda-feira, 30, de uma reunião com o governador do Estado, André Puccinelli, a partir das 8h, no Centro de Convenções Albano Franco, em Campo Grande (MS).

Em pauta, o futuro do setor em Mato Grosso do Sul. De acordo com o presidente do Sindicarv, Marcos José Brito, assuntos como o preço do carvão e a forma de pagamento devem ser discutidos durante a reunião.

O representante da classe acredita que o governador deve apresentar a destituição do TMF (Taxa de Movimentação Florestal), para ajudar o setor no Estado. “Hoje está sobrando o produto no mercado. Com o fim da taxa poderemos mandar o carvão para as siderúrgicas de Minas Gerais, o que já vai aliviar bem a situação”, explica Marcos Brito.

Outro ponto que deve ser abordado é a auto-sustentabilidade das indústrias de carvão vegetal, que deve começar a partir de setembro com a implantação de uma floresta que receberá investimentos do governo, das siderúrgicas e dos produtores, para atender o setor. O Sindicarv irá fazer uma apresentação final do projeto ao governador.

Segundo Marcos Brito, a reativação do segundo alto-forno da Vetorial, que depende da autorização da Justiça para a captação de água do Córrego Piraputangas também deve ser debatido. “Nós começamos a produzir a mais, para atender os dois alto-fornos, mas até agora apenas um está em atividade”, aponta como um dos motivos para estar sobrando o produto no Estado.

Ainda de acordo com o presidente do Sindicarv, o setor pode ter “boas notícias” nessa reunião. “Esperamos bons resultados. A expectativa é que o setor volte a crescer até o final do ano”, afirma.

A reunião também contará com a presença do diretor-presidente da Vetorial Siderurgia, Gustavo Correa, além de outros produtores filiados ao sindicato.

Deixe seu Comentário

Leia Também

HERANÇA PORTUGUESA
A herança portuguesa na vida cotidiana do Brasil
Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga nova parcela do auxílio emergencial para 5,6 milhões de pessoas
o maior programa de assistência aos mais pobres no Brasil e talvez um dos maiores do mundo PRESIDENTE NA ONU
Bolsonaro diz que brasileiros receberam mil dólares de auxílio
Imagem: Reprodução/Balanço Geral Londrina FUGA EM MASSA
Presos fogem de cadeia após surto de Covid-19
Material estava dentro de uma bexiga e enrolado com fita isolante PROFUNDEZAS DO CRIME
8 celulares e outros materiais são retirados do ânus de preso
Na Pandemia, filas são imensas na CEF de Fátima do Sul-MS AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa libera hoje saques do auxílio emergencial para mais 3,6 milhões
uma greve foi deflagrada em protesto contra uma proposta de privatização da estatal e pela manutenção de benefícios trabalhistas. CORREIOS
Após 5 dias de greve, os Correios devem retornar por determinação do TST
No Brasil, diversos concursos públicos estão disponíveis. CONCURSOS
CRM-MS abre concurso com salários de até R$ 5 mil
 O empresário Eliel Moreira, seu Claudemir e sua família SOLIDARIEDADE
Amigos se unem e compram carro para catator de reciclagem
Cissa Amaral morreu no local e Sebastião Faria foi socorrido ACIDENTE FATAL
Enfermeira morre e policial civil fica ferido em acidente de moto